Início » Carros » Volkswagen T-ROC 2018: possível versão SUV do Golf

Volkswagen T-ROC 2018: possível versão SUV do Golf

O VW T-ROC 2018 nem mesmo chegou ao mercado global e já gera bastante barulho. Trata-se de um crossover que deve estar posicionado no catálogo mundial entre o Polo SUV e o novo Tiguan, no que diz respeito ao tamanho.

O próprio nome T-ROC 2018 ainda era incerto até pouco tempo atrás, sendo referido apenas como o nome oficial do conceito que o apresentou. Há, ainda, quem diga que o nome é provisório, e que o apelo comercial fará com que ele mude para VW Golf SUV.

Seja qual for o nome, os rumores são cada vez mais fortes – inclusive nos bastidores da montadora – de que o modelo esteja pronto no final de 2017. Isso tornaria o T-ROC 2018 uma realidade. Obviamente, ainda não há confirmações sobre a informação, mas a quantidade e as fontes dos rumores demonstram que dificilmente haverá surpresas em relação à chegada do modelo.

Saiba o que esperar do T-ROC 2018, ou do Golf SUV 2018, a depender de seu alinhamento com os rumores:

Mais uma adição para o catálogo MQB

O T-ROC 2018 deverá ser mais um dos modelos globalmente projetados pela VW para utilizar-se da plataforma MQB. A versátil estrutura modular é a grande aposta da montadora alemã na otimização da produção e dos custos.

O modelo terá mais altura em relação ao chão, em comparação ao Golf, mas herdará boa parte de seus sistemas e tecnologias mais atuais. Até mesmo nas versões mais básicas – ao menos no mercado global – foi anunciado o sistema infotainment da VW, por exemplo.

Sempre bem equipado

Um dos fatores que chama a atenção no T-ROC 2018 é a lista de equipamentos. Ela parece bastante generosa desde suas versões mais básicas. Inclui o bom sistema infotainment, display heads-up, o avançado painel digital do motorista herdado da Audi, tecnologias de controle por gestos e uma série de chamarizes interessantes para um modelo posicionado abaixo do Tiguan.

A lista de equipamentos de segurança também impressiona, com frenagem automática e assistentes eletrônicos de diversos tipos, para garantir que a condução seja a mais segura possível.

Sem definição sobre a motorização

Se os itens embarcados já são praticamente confirmados com listas compartilhadas com a imprensa, o mesmo não pode ser dito da motorização. Neste aspecto, as previsões são extremamente variadas. Para alguns, o crossover pode começar até mesmo com um 1.0 três cilindros, capaz de gerar cerca de 115 cavalos de potência, na versão inicial.

Muito mais provável, no entanto, são o 1.5 e o 2.0 da Volkswagens, em diferentes configurações. Nestes casos, a potência poderia variar de 150 a 230 cavalos. Alguns, mais empolgados, acreditam que assim como o Golf, o T-ROC 2018 deve contar com versões GTI e R do modelo. O propulsor destas versões especiais poderia gerar até mesmo 400 cavalos, com uma configuração especial do 2.0, nas previsões mais ousadas.

Além disso, como um SUV do Golf, não poderia faltar um dos focos da VW na atualidade: elétricos e híbridos. O T-ROC 2018 deve contar com ambas as versões, aos moldes das previsões para o Golf.

E no mercado brasileiro?

No mercado nacional, a chegada do T-ROC 2018 era dada como certa até alguns meses atrás. Sabe-se, no entanto, que a Volks priorizou o T-Cross por aqui e, em especial, sua produção na linha que supostamente seria utilizada para fabricar o T-ROC 2018.

Por outro lado, o T-ROC 2018 seria o candidato perfeito da VW para competir diretamente com HR-V e Renegade – um dos mercados mais interessantes no país. O problema está na produção, que passaria pelos mesmo problemas de preço que o Golf já enfrenta. Com a variação cambial e a retomada da alta do dólar, a situação parece pouco confortável e previsível para a montadora, o que deve adiar a chegada do SUV inspirado no carro mais vendido do planeta.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas