Início » Carros » Volkswagen Arteon 2017: A estrela da VW em 2017

Volkswagen Arteon 2017: A estrela da VW em 2017

Há algum tempo, a Volkswagen anunciou o lançamento do Arteon 2017 no mercado. O modelo, ainda conceitual é uma das grandes expectativas do mercado no estando da VW no Salão do Automóvel de Genebra que acontecerá em março de 2017. Por enquanto, apenas a arte conceitual e alguns flagras são conhecidos do mercado, mas nada como realmente encontrar o carro de “cara limpa”.

Com os flagras, no entanto, é possível estimar como o carro será em seus aspectos gerais, principalmente nas linhas principais de seus design. A expectativa é alta especialmente nos mercados mais avançados, considerando que trata-se de um carro acima do Passat na linha da empresa.

Conheça mais sobre o Volkswagen Arteon 2017, e quais as principais especulações do mercado a seu respeito:

Design novo, conceito novo

A escolha do nome e todas as declarações deixam claro que o Volkswagen Arteon 2017 é um modelo totalmente novo. Não se trata de um substituto do CC, mas um passo além no estilo e na sofisticação. Trata-se de um coupé longo e elegante de quatro portas, que mescla um visual esportivo e sóbrio ao mesmo tempo com aparente sucesso.

A prova de que o modelo busca ser um novo conceito está na concorrência que VW aponta para o seu modelo. Na Europa, fala-se que o concorrente natural para o Arteon 2017 é o BMW 4 Series Gran Coupe. Isso significa que seu valor deva estar em torno de 30 mil euros – 5 mil a mais do que o CC. Trata-se de uma categoria específica na qual a VW ainda não aventurou-se, fato que empolga ainda mais a imprensa europeia.

Apesar de todos as camuflagens colocadas sobre os modelos em testes, algumas características visuais ficaram bastante claras a respeito do Volkswagen Arteon 2017. Em comparação ao Passat, o modelo utiliza-se de mais linhas curvas – baseado no conceito Sport Coupe GTE, apresentado ainda em 2015 no Salão de Genebra. As linhas mais horizontais permitem que o modelo utilize-se de formas mais arredondadas sem parecer ultrapassado, o que gera uma impressão bastante positiva.

Uma dúvida significativa respeito do modelo é a quantidade de assentos. Não se sabe se o modelo contará com cinco lugares, ou quatro lugares e um console central como no caso do Passat CC, que será descontinuado.

Plataforma de início para uma nova VW

A fabricante diz que o Arteon 2017 será uma espécie de introdução para uma nova identidade visual da marca, mais horizontalmente acentuada. De certa forma, parece uma maneira de dizer que a nova fase é semelhante ao que a “irmã” Audi já faz: carros mais elegantes e esguios sem perder a esportividade.

De qualquer forma, isso representa uma possível melhoria no visual de todo o catálogo global da montadora. Grades mais horizontalizadas e integradas com o farol, por exemplo, representam um avanço importante para os modelos de toda a linha – em especial, os mais populares abaixo do Golf.

Arteon 2017 deve ser sinônimo de tecnologia

Outra declaração polêmica da montadora foi sobre a relação entre o Volkswagen Arteon 2017 e a tecnologia. “Será peça chave”, segundo a VW. Ao que tudo indica, o modelo contará com tecnologias autônomas e semi-autônomas de condução, que são termos que aquecem as expectativas da imprensa.

Embora a VW não revele exatamente o que isso significa, espera-se que os termos levem a equipamentos um pouco além de assistentes de frenagem automática, manutenção de faixa e evitar colisões.

Sabe-se, sem grandes surpresas, que o modelo será construído em uma versão alongada da plataforma MQB, o que deve garantir mais espaço interno do que o atual Passat CC.

Motorizações já especuladas

Possivelmente a marca revelará os aspectos mecânicos do modelo apenas em março. No entanto, não restam especulação a respeito do propulsor do Volkswagen Arteon 2017. A aposta mais recorrente é um misto com um 3.0 a gasolina e uma matriz elétrica, o que faria dele um híbrido capaz de entregar mais de 375 cavalos de potência.

Essa é a configuração do conceito que estreou anos atrás. Estima-se, no entanto, que essa possa representar a versão GTE do modelo, e não a regular, que deve apresentar números impressionantes, mas mais moderados.

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas