Início » Todos os posts » Dicas » Rodas de liga leve: quais são as vantagens e desvantagens?

Rodas de liga leve: quais são as vantagens e desvantagens?

As rodas de liga leve são o segundo acessório mais procurado pelos motoristas – perdendo apenas para os sistemas de som automotivos. Diferentemente das rodas de ferro, elas são produzidas com metais mais leves, como o alumínio, somado a outros materiais que dão resistência ao material sem perder sua baixa densidade (de onde vem o nome das rodas de liga leve).

A preferência, sempre que o bolso pode pagar, costuma ser pelas rodas de liga leve ao invés das rodas de ferro com calotas, mas o motivo para a escolha nem sempre é claro, além da questão estética.

Afinal, quais são as vantagens e desvantagens de se utilizar as rodas de liga leve?

Foto: Pixabay/CCBY
Foto: Pixabay/CCBY

Vantagens

Mais leves

Como o próprio nome indica, este tipo de roda é cerca de 20% mais leve do que as rodas de ferro. Embora não represente um número grandioso, a longo prazo isso reflete em um economia de combustível e menos desgaste do carro, em função do peso reduzido.

Leia também: Rodas esportivas de carros: 100 fotos de dar inveja

Menos ruídos

As rodas de liga leve são menos densas, o que faz com que parte do ruído gerado na fricção entre o carro e a pista não seja acusticamente isolado antes de passar para o resto do carro. Obviamente, não haverá silêncio absoluto, mas carros com rodas de liga leve produzem menos ruído em seu interior do que aqueles com rodas de ferro.

Menos desgaste nos freios

O material utilizado nas rodas de liga leve possui uma menor condutibilidade térmica – ou seja: elas aquecem menos quando estão em movimento ou são friccionadas. Isso implica em um aquecimento muito menor do sistema de freio durante as frenagens, resultando em um desgaste menor em função da temperatura.

Estética

Praticamente não há o que se discutir neste quesito. Embora haja uma série de calotas que são genuinamente bonitas, as rodas de liga leve apresentam um valor estético inegavelmente superior às rodas de ferro cobertas por calotas. Este é, aliás, um dos principais motivos que faz o mercado de rodas de liga leve ser tão aquecido no segmento de acessórios automotivos.

Desvantagens

Preço

O preço está entre as principais desvantagens das rodas construídas com ligas diferenciadas. Por ser um material mais caro, possuir processo de fabricação mais complexo e ter um alto valor estético agregado, este tipo de roda costuma ser bem mais caro do que as de ferro. No mercado de rodas customizadas, o preço pode ser muito maior, chegando à cifras quase exageradas.

Leia também: Parafuso antifurto para rodas: Como funciona?

Resistência

Embora seja uma questão controversa, a consenso é que, em geral, rodas de liga leve aguentam menos pancadas (caindo com o carro em um buraco, por exemplo) do que as rodas de ferro. Por isso, dependendo do tipo de uso e das atividades do carro, ela pode ser uma dor de cabeça.

Este tipo de material tende a se danificar mais do que o ferro e seu conserto não é tão simples e nem tão confiável, o que é uma grande desvantagem.

Custo de manutenção

Se o material é mais caro, é de se esperar que sua manutenção também seja. Além da questão da manutenção propriamente dita, é mais provável que você tenha que trocar uma roda de liga leve do que uma de aço, o que se torna um investimento significativo, dependendo do aro e do modelo.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas