Início » Carros » Renault Logan 2017: novo motor para completar a transição

Renault Logan 2017: novo motor para completar a transição

O Logan 2017 também receberá atenção da Renault, embora seu maior foco seja obviamente na estreia da Oroch, durante 2016, e no lançamento do subcompacto Kwid, em substituição ao já cansado Clio, para o ano de 2017.

Com uma reestilização recente, o modelo deve passar, agora, por um banho mecânico, para chegar em 2017 mais atual, econômico e competitivo no segmento cada vez mais incerto dos sedãs que aproximam-se dos médios.

Lançado no Brasil em 2008, o modelo precisou estabelecer-se com alguma dificuldade antes que sua proposta de sedã espaçoso e acessível fosse melhor aceita e resultasse em bons números de vendas.

Com um segmento mais competitivo (com Cobalt e Grand Siena bem estabelecidos), o Logan 2017 precisa mostrar-se mais atualizado.

Foto: Preços Carros/Reprodução
Foto: Preços Carros/Reprodução

Pouca mudança no visual

Por ter passado recentemente por uma mudança interessante em seu design, o Logan 2017 deve vir praticamente igual à versão atual. Especialmente em um período de tempo em que a Renault dedica-se a lançar um novo segmento de picapes e substituir seu carro de entrada, é improvável que a montadora dedique-se efetivamente ao replanejamento visual de um sedã intermediário, cujos concorrentes costumam passar bastante tempo sem mudanças significativas.

Estabelecer novas tendências visuais, aliás, nunca foi uma das propostas do modelo. Seu design é pouco surpreendente, mas bem resolvido. Embora tenha levantado algumas suspeitas quando foi lançado, rapidamente normalizou-se aos olhos brasileiros, dando atenção ao espaço e ao conforto interno – seus focos principais.

Foto: Preços Carros/Reprodução
Foto: Preços Carros/Reprodução

Mudança mecânica

Se a última reestilização mexeu na aparência, mas não tocou no motor, o Logan 2017 vem com o movimento precisamente contrário. O visual é mantido, mas muita coisa pode acontecer sob o seu capô.

Algumas versões do modelo serão movidas a um motor três cilindros 1.0, dando ao carro muito mais desempenho no que diz respeito ao consumo de combustível. Não é garantido, ainda, qual será este motor: se é a nova geração de três cilindros da Renault ou o três cilindros 1.0 já utilizado pelo Nissan March.

Ainda tratando sobre semelhanças com o Nissan March, a outra novidade mecânica do Logan 2017 deve ser o motor 1.6 de 16V, igual ao que é utilizado pelo compacto da Nissan e pelo Versa, também da montadora japonesa.

Foto: Preços Carros/Reprodução
Foto: Preços Carros/Reprodução

Lançamento sem data prevista

Considerando que o principal foco da montadora, no que diz respeito ao planejamento de novos modelos, deve estar no lançamento do subcompacto que aposentará o Clio, é de se imaginar que a vinda do Logan 2017 ocorra apenas depois deste outro compromisso.

Por isso, a data de lançamento do novo modelo não deve ser anunciada até que o Kwid esteja circulando comercialmente pelas ruas brasileiras.

Segmento incerto

O segmento dos sedãs intermediários que precedem os médios passa por dias de incerteza. Com o Logan 2017 não deve ser diferente. O mercado automobilístico em baixa, o lançamento de novos segmentos que exigem o reposicionamento dos modelos e a incerteza sobre a reação do público à mudanças significativas no momento atual complicam a vida das montadoras.

A própria motorização para o Logan 2017 indica a preocupação: uma delas é o três cilindros, focando na economia; a outra é o motor 1.6 16V, que busca dar uma apelo de maior potência ao carro. A estratégia parece buscar uma amplitude grande para pulverizar opções ao público que possa estar interessado.

2 Comentários

Clique aqui e deixe seu comentário

  • Seria um grande passo colocando o motor do Versa no Logam, pois o designe do logam é mais bonito do que do Versa, pois tenho um Versa 1.6 2014 o carro é 10, pena que não colocaram piloto automático no novo e poderiam ter melhorado o designe.

  • A renault também poderia botar direção elétrica e câmbio automático cvt já que a direção do logan é muito pesada aí vai bater de frente com o cobalt que é um concorrente muito melhor mais mesmo assim o logan compensa pelo custo e benefício.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas