Início » Carros » Nova Nissan Frontier 2017: picape deve circular em dois modelos

Nova Nissan Frontier 2017: picape deve circular em dois modelos

A Nissan Frontier 2017 deve chegar ao país com fabricação mexicana (provisoriamente), sendo substituída, no ano seguinte, pela origem argentina, no grande complexo da japonesa construído na região do Córdoba.

Confira as novidades e saiba o que esperar da picape quando esta chegar ao Brasil:

Mais potente e confortável

A Nissan Frontier 2017 deve chegar ao mercado brasileiro mais forte, mais potente e, ao mesmo tempo, mais confortável, rejeitando de vez a ideia de uma picape de trabalho pouco apropriada à família que o segmento carregava consigo alguns anos atrás.

Prova disso é a troca de suspensão de uma McPherson para o sistema Multilink, que representa – no final da experiência – um trajeto muito mais suave, com menor nível de trepidação e solavancos bruscos.

nissan-frontier-2017

Mudanças visuais leves

As mudanças visuais na Frontier 2017 não devem ser seu principal fator de mudança. As principais novidades dizem respeito às questões mecânicas, enquanto o design deve receber atualizações que possuem o papel formal de adequar o veículo a um contexto mais atual, como a Nissan vem fazendo com sucesso desde 2007, quando lançou a nova geração.

Internamente, como é de se esperar, a tecnologia deve ganhar destaque, com direito a uma central multimídia moderna e integrável. O que ainda não é confirmado pela empresa é se o sistema de câmeras de segurança no trânsito durante o movimento serão aplicadas no veículo, como já foi anunciado para o Kicks, o novo crossover da japonesa.

Produção provisória dupla

nissan_frontier-frente

Um dos aspectos mais polêmicos e interessantes a respeito do Nissan Frontier 2017 no Brasil é seu método de produção e importação. O carro possui produção nacional desde 2002, quando chegou a país pela primeira vez.

No entanto, a Frontier 2017 está sendo produzida no México e na Argentina (que ainda não tem condições de produzir na escala necessária para o continente inteiro). Com a produção argentina em caráter ainda incremental, os novos modelos – que marcam a nova geração da picape – serão trazidos do México até 2018.

Por outro lado, a produção brasileira da Frontier não irá parar – fato que já é confirmado pela montadora. O que isso significa? Duas versões diferentes, a preços diferentes, da Frontier no Brasil, disputando em um mesmo segmento à faixas de preço diferente.

Poderia ser, talvez, um teste tímido da montadora japonesa para testar a receptividade de uma picape um pouco mais barata, inspirada nos atributos da Frontier, no mercado brasileiro para que – caso o segmento intermediário funcione – ela possa fazer frente à Fiat e à Renault com mais informações a respeito do consumo nesta faixa de preço.

nissan_frontier_traseira

Já circula na Argentina

Um dos diferenciais do grande investimento da Nissan na Argentina para produzir a Frontier por lá é que os hermanos já desfrutam do novo modelo circulando pelo país. Desde o Salão de Buenos Aires, no início de 2016, o carro está disponível para o mercado local.

Com o investimento gigantesco feito pela montadora japonesa em tempos complicados para a economia Argentina, a Frontier 2017 foi uma das grandes atrações do evento, com direito à cobertura intensiva a respeito do modelo.

Além da Argentina, a Frontier 2017 já circula em alguns países da Europa e da Ásia – destaque especial para a Tailândia, que já aproveita o novo modelo há mais de um ano em função de políticas de incentivo para a produção no país.

2 Comentários

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • Quando chegar por aqui, já vai estar defasada. Como sempre, o Brasil mesmo sendo o mais rentável, é deixado em segundo plano.

  • Esse será um grande lançamento da nissan,o que para muitos o Brasil é um País que fica em segundo plano;encare isso como um projeto que está sendo testado em outros países e que os vícios e defeitos serão corrigidos.Quem possui frontier ,sabe muito bem das qualidades do veiculo no dia a dia,e essa demora para chegar no Brasil, funcionar como um laboratório para testar o veículos nas mais diversas condições.

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (6 votes, average: 3.33 out of 5)
Loading...
teste