Início » Todos os posts » Leis de trânsito » Multa de trânsito em outro país: entenda como funciona

Multa de trânsito em outro país: entenda como funciona

Você alguma vez já se perguntou a respeito de multa em outro país? Porque na verdade pode parecer algo extremamente simples para algo um pouco mais complicado. Isso tudo porque tem todo um sistema e conjunto de regras que determinam como essas coisas funcionam.

Diferente, por exemplo, da lei da cadeirinha no Brasil e como ela funciona. É preciso estar atento com algumas questões quando se resolve viajar para o exterior. Principalmente quando deseja fazer o aluguel de carros. Porque deverá se atentar com relação a multa em outro país, o que é de suma importância, uma vez que pode virar uma dor de cabeça enorme.

E como tudo na vida, é melhor quando se trata de simplificação. Por isso mesmo a matéria de hoje explica detalhe por detalhe a respeito da multa em outro país e algumas outras questões que a envolvem. Afinal, é somente dessa forma que você pode garantir uma boa viagem. Tranquila, segura e sem maiores problemas ao longo de seu percurso.

Por que é importante saber sobre as leis de outro país?

Bom, para início de conversa, o ideal é começar a compreender porque é tão importante entender as leis de outro país. Antes de mais nada, é preciso entender que os órgãos do sistema de trânsito são diferentes. Cada país tem o seu e os fatores que levam a uma conclusão do que é melhor para o trânsito dali.

Afinal, se mesmo no Brasil você já observa diferença entre os órgãos reguladores, por que seria diferente com a multa em outro país? Claro que esses órgãos seriam completamente distintos dos daqui no fim das contas.

Dessa maneira, é importante você compreender como funciona o sistema de trânsito de outro país. E, sobretudo, qual o órgão que regula isso, porque dessa forma você garante duas coisas. A primeira é que você corre menos riscos de levar multa em outro país. A segunda, por outro lado, refere-se a uma questão de segurança. Pois saber sobre o órgão evita que, mesmo lá, você caia em golpes para roubar dados. O que pode ser ainda mais perigoso para estrangeiros, ainda mais se documentos como o passaporte forem clonados.

Multa de trânsito em outro país

Por que é importante ter atenção com a multa em outro país?

Qualquer pessoa no mundo está sujeita a levar uma multa e essa realidade não se altera apenas porque você é turista. A multa em outro país pode ser algo até catastrófico para alguma pessoas. Porque é óbvio que em algum momento isso será registrado.

Até porque não se tem como fugir de uma multa quando você levar uma, mesmo em outro país. E claro que haverá uma dificuldade maior para que essa multa seja notificada e você consiga resolver suas pendências. Mas a pior maneira de se deixar outro país é com uma multa, afinal, isso pode levar a consequências bem séria envolvendo seu passaporte.

Um exemplo de multa em outro país

E claro que você não gostaria de deixar de viajar por conta de uma questão tão simples de se resolver. Que é simplesmente pagando aquilo que deve e lidando com as consequências da multa em outro país de forma respeitosa perante a lei. A chance de tudo dar errado é maior se você não conhecer as leis de um determinado país.

Por exemplo, aqui no Brasil é proibido dirigir e fumar e pode gerar uma multa. Enquanto isso, em outros países essa pode não vir a ser a realidade e isso está permitido dentro daquela legislação. Só que não vá pensando que as leis de outros países são mais liberais. Por exemplo, na Alemanha você pode levar uma multa em outro país se filmar um acidente de trânsito, o que não ocorre no Brasil.

A medida citada tem muito a ver com a cultura daquele país. Pois coloca em questão o respeito pelo outro em primeiro lugar e a viabilidade das ruas. Até porque quando se para e registra um acidente, isso atrapalha o resto do trânsito e é desrespeitoso. Por isso, para que se evite uma multa em outro país, mesmo que ela seja sem querer, é preciso conhecer aquela outra realidade.

Levei multa em outro país: e agora?

Se mesmo quando você percebeu a importância de se entender outra legislação e tomou cuidado para não ser multado e foi, é preciso entender algumas coisas. A primeira de todas é que você pode ter tomado essa multa sem querer e a má notícia é que raramente se tem como recorre. Não porque o sistema de outro país não ofereça esse recurso, mas sim porque poucos advogados aqui pegariam essa causa. Afinal, envolve legislação estrangeira, o que pode ser ainda mais caro porque poucos aqui realmente entendem isso.

Dessa maneira, como você consegue resolver a situação da multa em outro país? Como pagar e evitar dores de cabeça? Confira isso agora e sem maiores delongas.

Multa de trânsito em outro país

Multa aplicada por policial ou agente de trânsito

Se você chegou a ser parado por um agente da lei e levou sua multa em outro país dessa forma, entenda primeiro uma coisa. A multa não será direcionada ao veículo, mas sim ao seu documento, ou seja, muito provavelmente seu passaporte. Até porque ele contém todas as suas informações e sobretudo as necessárias para que a multa seja aplicada efetivamente.

Assim, você pode pagar a multa diretamente para esse agente, pois não tem como você entrar no sistema deles. Uma vez que você não é de fato um cidadão e sim um turista. No entanto, se não tiver o dinheiro naquele momento, você pode solicitar uma via da multa e pagá-la no sistema de Correios deste determinado país.

É importante, porém, que você compreenda que a multa em outro país não é brincadeira. Não tente deixar o país com essa pendência, pois ainda que não se consiga registrar você no sistema de trânsito deles. Seus dados ainda ficarão registrados e o seu passaporte terá o registro dessa informação no sistema de dados da polícia federal de lá.

Multa por radar ou aparelho eletrônico

Essa é um pouco mais complicada de ser resolvida, porque pode demorar mais para ser registrada. De qualquer forma, como você estará com um carro que não é seu, o carro alugado leva multa. Você ainda terá que pagar, mas ela será registrada de acordo com a placa do veículo.

Depois que a empresa for notificada, ela passará as informações adiante. Se ainda estiver no país, você consegue resolver essa situação antes do fim de sua viagem e sem maiores problemas. No entanto, se você já tiver deixado o país, deverá se informar com o DETRAN mais próximo sobre as medidas necessárias. Só que muito provavelmente esse valor será cobrado diretamente no seu cartão de crédito. Além disso, a locadora de carros poderá incluir uma taxa extra pelo carro multado. O lado bom é que não será uma cobrança indevida, pois o DETRAN do Brasil notifica a pessoa sobre a multa antes, então você saberá que não é golpe.

Por fim, não comece a imaginar que o financeiro é o único problema da multa em outro país. Você ainda pode levar pontos na carteira por conta disso e tudo será notificado pelo DETRAN. De forma que você não consiga retirar esses pontos de acordo com a legislação brasileira.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas