Início » Carros » Gol GTI 2018: 30 anos da versão esportiva

Gol GTI 2018: 30 anos da versão esportiva

Segundo a VW do Brasil e da Argentina, haverá um Gol GTI 2018, a ser lançado no final de 2017, possivelmente chegando às lojas no início do ano seguinte. Uma série de fatores contribuíram para o lançamento do modelo fazer sentido.

Em primeiro lugar, os trinta anos da versão GTI estimulam o lançamento de uma versão comemorativas, já chamada nos bastidores de GTI 30 anos. Trata-se de uma homenagem ao primeiro Gol GTI, lançado em 1988.

Além disso, soma-se a enorme (e talvez inesperada) aceitação e empolgação com o Gol GT Concept. O conceito foi um protótipo mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo, que rapidamente recebeu grande atenção e elogios da mídia.

Com estas reações e oportunidades de mercado, o Gol GTI 2018 será lançado a despeito do fato de uma nova geração do Gol já ser anunciada. O esportivo para 2018 será baseado na versão atual, e tudo indica que possa haver uma nova versão GTI da próxima geração do Gol, muito mais próximo ao Polo que circula na Europa. Na prática, a nova versão seria ainda mais atraente, o que estimula a produção de um “modelo de aquecimento”.

Saiba o que esperar do Gol GTI 2018, e o que provavelmente chegará na versão esportiva de um dos carros mais icônicos do Brasil:

Visual próximo ao GT Concept

Visualmente, tudo indica que o Gol GTI 2018 seria muito próximo ao GT Concept apresentado pela montadora no Salão do automóvel. É claro que entre o conceito e a versão de linha, haverá algumas simplificações – típicas do mercado.

Não é razoável esperar, por exemplo, que o Gol GTI venha equipado com enormes rodas de 18 polegadas, como as apresentadas no  conceito.

Motorização já é cogitada

Quando tratamos de uma versão esportiva, é óbvio que o ponto mais polêmico é justamente sua motorização. No caso do Gol GTI 2018, não poderia ser diferente. A VW, por sua vez, não perde a oportunidade de valorizar seu lançamento. Sobre as características do modelo embaixo do capô, ela não confirma nada, apenas alimenta teorias.

Para muitos, a solução está no 1.4 TSI utilizado pelo Golf, enquanto outros apostam no 1.6 convencional, que entrega 130 cavalos de potência. Segundo parte da imprensa, no entanto, a motorização do esportivo do Gol não será nenhuma das duas.

As apostas mais recentes dizem haver alguma confirmação de que a opção final foi o 1.0 TSI, igual ao que o Golf usará em breve. Trata-se de um turbo de um litro, capaz de entregar cerca de 125 cavalos de potência, e mais de 20 kgfm de torque. O propulsor mesclaria bom consumo, desempenho razoável e preço competitivo, para que o Gol GTI 2018 não fosse apenas uma versão comemorativa sem vendas significativas.

Modelo encerra geração do Gol atual

Quando o Gol Concept GT foi apresentado, falava-se que ele não seria convertido em carro de linha. A justificativa era de que a geração do Gol seria trocada em breve, tornando-se mais próximo ao Polo europeu.

No entanto, a data conveniente e a boa aceitação fizeram com que uma nova oportunidade chegasse ao mercado. O Gol GTI 2018 faria, ao mesmo tempo, uma homenagem aos 30 anos de lançamento do GTI e um encerramento digno da geração atual do Gol.

Gol GTI estuda adoção da versão como parte da linha regular

Fala-se, ainda, que a VW possui outros planos para o lançamento do Gol GTI 2018. Ao lançar uma versão comemorativa, não há nada de errado em simplesmente descontinuar o modelo se ele não vender. Se tiver bons resultados, no entanto, ele poderá ser adotado como parte da linha padrão do Gol, quando a nova geração chegar. Trata-se, possivelmente, de um teste da temperatura do mercado, para que a montadora alemã defina o futuro do modelo.

2 Comentários

Clique aqui e deixe seu comentário

  • Se o novo Gol GTI não vier com pelo menos o motor 2.0TSI vai ser uma piada.E comemorar pra que os 30 anos do lançamento? TODOS já sabem que se fosse posto em linha de montagem o modelo quadrado a VW seria a primeira em vendas no mercado novamente. É uma coisa é certa. Pode ser edição numerada de 30 unidades no valor de 100.000 mil reais cada. Eu aposto com quem quiser em menos de 30 minuto estão todos vendidos. Fábrica pra ver….

  • Bem, podemos notar, que todos os possíveis compradores do Gol GTi 2018 a ser lançado no Brasil, são unanimes na afirmação de que o motor que deveria ser adotado, na opinião de todos, um motor flexível não inferior ao 1.6 16v Turbo. Esse motor adotado no Up Tsi 1.0 não vai animar de forma nenhuma à venda do Gol Gti. Por ser um carro com tal sigla, GTi a pretensão de todos seria um motor mais parrudo, pois, levamos muito a sério a relação peso potencia, ainda mais quando o carro esta com 4 ou mais passageiros e necessita fazer uma ultrapassagem com segurança e obrigatoriamente necessitando de mais potência. Motor fraco não esquenta a venda e portanto, não faz do carrinho um potencial de venda.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas