Início » Carros » Ford Fusion 2018 deve ser primeiro modelo após atualização

Ford Fusion 2018 deve ser primeiro modelo após atualização

Com a nova geração já apresentada no Salão de Detroit, o Ford Fusion 2018 deverá ser o primeiro modelo de manutenção do novo conceito, e possivelmente chegará ao mercado ainda em 2017, com algumas correções.

Para o mercado internacional, o modelo ganha novo motor, mais potente, capaz de atingir quase 330 cavalos em um poderoso V6. Considerando os últimos anos de relação com o mercado brasileiro, é bastante possível que o modelo chegue para o mercado brasileiro com pouco atraso – possivelmente no início de 2018. Também confirmada para o mercado brasileiro é a manutenção das vendas da versão híbrida.

Saiba o que esperar do Ford Fusion 2018, e quais novidades são reservadas para o modelo:

Mudanças devem ser leves após atualizações de 2017

É bem verdade que, perto dos lançamento da nova geração de 2017, as novidades do Fusion 2018 devem ser bastante moderadas. O modelo seguinte à chegada de uma nova geração, no entanto, tende ser sempre uma boa escolha. Ele conta com, além das características de um modelo totalmente atualizado, as correções feitas em relação à geração recém lançada.

Considerando o histórico de acertos para o Fusion, dificilmente haverá uma longa lista de correções. Mesmo assim, o modelo 2018 será um modelo escolhido com menos influência de campanhas de marketing e empolgações sobre as novidades, sendo uma ótima estratégia para os mais racionais.

Modelo 2018 herda modificações no visual do modelo

Como já mencionado, o modelo 2018 deve representar a continuidade em relação à geração 2017, já apresentada. A boa notícia é que a nova geração é visualmente muito interessante. Com design agressivo e um pouco menos reto do que o anterior, as mudanças trazem um ótimo nível de atualização para o modelo.

Sem transformar completamente as características do modelo, as mudanças que parecem pontuais parecem garantir um ótimo fôlego por mais alguns vários anos. A dianteira recebe faróis que seguem a tendência de horizontalização. Além disso, o novo jogo de rodas deve ser mantido em 2018.

Mesma motorização do modelo 2017

No mercado dos EUA, a grande novidade do Fusion sob o capô é o impressionante motor V6. O 2.7 litros é capaz de oferecer 330 cavalos de potência para o Fusion, o que representa um desempenho bastante acima da média da categoria. A opção, no entanto, está disponível apenas para a versão Sport, que não chega por aqui.

O motor disponível no Brasil, no entanto, não deixa nada a desejar. Trata-se do já conhecido EcoBoost 2.0, mas em uma configuração melhorada. Agora, ele é capaz de entregar 248 cavalos de potência, 14 a mais do que antes. Deve ser essa a opção de motorização para o Fusion em sua versão não híbrida.

Já a versão com o auxílio elétrico deve continuar a chegar por aqui. O híbrido carregará completamente a bateria em apenas duas horas e meia ao ser ligado na tomada, o que representa um enorme ganho de praticidade.

Ainda mais impressionante é a autonomia. Apenas com o motor elétrico ligado – o que não é sua proposta principal – o modelo é capaz de atingir 35 km por carga. Com o 2.0 operando em conjunto, uma carga pode ser suficiente para andar até 800 quilômetros. O número, se confirmado, torna o Fusion 2018 e 2017 um dos híbridos com maior autonomia.

Tecnologia do interior chama a atenção

Como já ocorre há alguns anos, o Fusion 2018 deverá impressionar com seu interior. Já carregado com os equipamentos mais interessantes da Ford o modelo ganhará alguns itens adicionais. Entre eles, o piloto automático adaptativo chama a atenção, junto à frenagem emergencial automática.

O sistema multimídia deverá adotar o SYNC 3, última geração da central da Ford. A terceira geração conta com reconhecimento de voz, além de uma interface otimizada em relação ao modelo atual.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas