Início » Carros » Citröen C4 Picasso 2017: Saiba o que esperar do modelo

Citröen C4 Picasso 2017: Saiba o que esperar do modelo

Chegando ao seu segundo ano de mercado, o C4 Picasso 2017 marca um contínua resistência ao fenômenos dos SUVs urbanos como a categoria oficial de carros para a viagem. Confortável e com uma proposta final muito semelhante ao que se espera de um SUV o C4 Picasso 2017 é uma aposta da marca francesa na busca por diversidade e escolhas mais práticas.

Mais econômico e prático do que a maioria da concorrência, a minivan é a única que segue com um nível razoavelmente saudável de vendas. Sem medo de avançar nos preços, o modelo confia em um bom desempenho em vários requisitos para manter-se vivo.

Até mesmo o design é bem pensado, dentro do possível para as minivans. Saiba o que esperar deste modelo, que segue muito semelhante ao anunciado em 2015:

A resistência das minivans

Houve um tempo em que o carro familiar não era um utilitário alto, visualmente bonito e interessante, capaz de ocupar um enorme espaço sem motivo aparente e um motor que não corresponde ao seu tamanho.

Na época, os carros responsáveis por carregar famílias eram as minivans. Os modelos pareciam abrir mão de qualquer apelo emocional, com visuais sofríveis, na maioria das vezes. Com a chegada dos SUVs que dominaram o mercado, a vida das minivans foi dada como terminada.

Resistiu, apenas, o C4 Picasso, da Citröen, mantido tanto no Brasil quanto na Europa. Sua aposta é na praticidade, na tecnologia e no oferecimento preciso do que um carro familiar realmente demanda. Embora tenha suas vendas afetadas pelos SUV, certamente obtém um desempenho admirável.

Espaço de sobra

Um dos fatores que mais chama a atenção no C4 Picasso 2017 é o espaço generoso. Com três fileiras de bancos visivelmente confortável e individualizados, é fácil entender seu apelo familiar. Na fileira final, com dois bancos adicionais, é difícil imaginar um adulto confortavelmente instalado, mas certamente há espaço suficiente para uma criança.

Já na fileira do meio, com os tradicionais três lugares, é claro o espaço contido para os passageiros. Bancos confortável e aconchegantes premiam os passageiros da primeira fileira.

Maneira original de lidar com o lado emocional

É difícil atingir o coração do público com o visual de uma minivan, frente às SUVs da concorrência. Por isso, a Citröen fez outra aposta: tecnologia e conforto. Não há motorista que não queira sentar-se em um banco como o do C4 Picasso 2017.

As duas enormes telas no console também chamam a atenção, e os comandos no volante certamente fazem diferença na hora da escolha. É uma aposta no lado racional como um elemento que afeta a empolgação do possível comprador.

Motor adequado sem exagerar no consumo

O motor é o já conhecido 1.6 THP da marca francesa. Movido, neste caso, apenas a gasolina, ele é capaz de produzir 165 cavalos de potência – adequados para o veículo. Com desempenho razoável no que diz respeito à performance, destaque especial deve ser dado para seu consumo.

Na cidade, faz 10,5 km/l. Na estrada, é capaz de atingir quase 14, no total. É verdadeiramente admirável para um grandalhão como o C4 Picasso.

Interação para ninguém botar defeito

Para impressionar a todos, o C4 Picasso 2017 conta com tecnologia. Além de uma tela que marca a central multimídia, com 7 polegadas e todas as funções de integração esperadas deste tipo de equipamento, há uma segunda, mais impressionante.

Trata-se de um substituto do painel do motorista, localizado no meio do painel do carro, É uma tela horizontalizada de 12 polegadas, que contém os principais mostradores do carro, incluindo o velocímetro. Reconfigurável, ela pode impressionar e manter ocupados aqueles que passam a viagem inteira perguntando a velocidade e a distância restante.

Apesar dos questionamentos a respeito da praticidade de sua posição no veículo, certamente é uma experiência interessante, que dá um ar futurista ao uso do modelo.

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas