Início » Todos os posts » Carros » Carros antigos » Carros descontinuados: Relembre grandes clássicos

Carros descontinuados: Relembre grandes clássicos

O mercado automobilístico brasileiro nem sempre teve tantas opções quanto atualmente. Mas isso certamente não nos impede de lembrar dos grandes carros que deixaram saudades ao longo do tempo.

Mesmo em tempos em que presidentes do país diziam que a frota brasileira mais parecia uma frota de carroças, sempre houve preferências e paixões nacionais – carros que deixaram saudades, por mais simples ou desajeitados que fossem.

Nem todos os modelos, aliás, eram tão simples assim – nossa lista de carros que deixaram saudades é recheada de veículos respeitáveis e potentes.

Confira 4 carros que deixaram saudade no público brasileiro, e nos verdadeiros apaixonados pelo automobilismo:

Maverick – 1973

Se você é apaixonado por carros esportivos e muscle cars no estilo americano, imagine a seguinte situação: no início dos anos 70, a Ford anuncia um V8, com todos os traços necessários em um muscle car, que entrega 197 cavalos de potência.

Ford Maverick 1973

Não é difícil imaginar o porquê de o Ford Maverick gerar tanta nostalgia entre os adoradores de carro daquela época – e é por isso que ele é o primeiro a ser lembrado em nossa lista de carros que deixaram saudades.

Sua fabricação durou 7 anos, e sobreviveu a duas crises globais do petróleo – para isso, foi lançada uma versão 4 cilindros, um pouco mais modesta em relação à potência e ao consumo de combustível.

Opala

Não são poucas as famílias brasileiras que lembram muitas de suas histórias a bordo de um Opala. O primeiro veículo de passeio da Chevrolet no país começou a ser produzido no início dos anos 70, e só deixou de ser fabricado 23 anos depois, em 1992.

Chevrolet Opala

Não apenas a sua versão comum, que poderia vir em quatro ou seis cilindros, fez sucesso. Suas variações também faze parte da nostalgia automobilística brasileira: a Caravan foi a versão perua do Opala, e sua versão mais requintada e bem equipada chamou-se Diplomata – que é a primeira memória de automóvel luxuoso de muitas pessoas.

Santana

Faça um teste: procure pela profissão que mais dirige carros de passeio no país. Encontre taxistas com mais de algumas décadas de profissão e descubra quantos deles tiveram um Volkswagen Santana. Depois, pergunte se ele traz boas memórias. É por isso que o Santana está em nossa lista de carros que deixaram saudades.

Volkswagen Santana

Espaçoso, bem equipado, e um carro surpreendentemente luxuoso vindo de uma VW que acostumou o público com veículos populares, até então. Por um preço razoavelmente acessível, era o único a incluir itens exclusivos até então, em plena década de 80.

O Santana é a primeira lembrança de direção hidráulica ou ar condicionado dentro de um carro de muitas pessoas. Ele circulou por pouco mais de duas décadas nas ruas brasileiras, e é presença confirmada na nostalgia de muitos condutores.

Kadett

Um pouco mais recente e fresco na memória de motoristas brasileiros, o Kadett costuma ser uma recordação de carro confortável e significativamente potente para a época, por um valor bastante justo para o bolso brasileiro.

Chevrolet Kadett

O modelo tinha opção com motor 1.8 ou 2.0, e durante anos foi sinônimo de esportivo no mercado nacional, embora nem todas as versões fossem, de fato, esportivas, como era o caso do Kadett GS. O carro foi vendido no país pela Chevrolet, embora fosse um projeto da Opel, no mercado europeu.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas