Início » Carros » AeroMobil: carro voador já é realidade

AeroMobil: carro voador já é realidade

Ao que tudo indica, os tempos em que imaginar um carro voador parecia um exercício de ficção científica ficaram para trás desde o anúncio do AeroMobil. Uma empresa da Eslováquia, anunciou oficialmente o lançamento de uma série de carros voadores, chamados AeroMobil 4.0.

Além de muito curiosa, a notícia parece promissora para o desenvolvimento deste tipo de modelo. A intenção da empresa é que o veículo esteja disponível em 2020, em uma produção inicial de 500 unidades lançadas.

O projeto ousado da AeroMobil envolve um veículo híbrido, tanto em mecânica, quanto em exigências legais. Suas primeiras unidades devem ser lançadas no mercado Europeu, e a expansão já é planejada, caso seja bem recebido.

Saiba mais sobre este projeto que parece fruto dos episódios de Jetsons, mas está muito próximo de ser uma realidade para os consumidores:

Lançamento e questões legais já estão em discussão

Aparentemente, o projeto está muito além de um sonho futurista. A empresa já sabe que a maior parte da legislação europeia permite a circulação dos veículos híbridos que pretende fazer.

Para isso, seria necessário que o motorista (ou seria piloto?) tivesse uma habilitação de piloto de pequenas aeronaves. O modelo precisaria utilizar-se de áreas com permissão para decolagem e aterrissagem para alçar voo.

Como é o projeto?

O projeto é feito para um veículo de dois lugares, que precisaria utilizar-se das pistas e estruturas já existentes para os aviões atuais. Seu hibridismo também seria estrutural: o modelo andaria pelas ruas de forma muito semelhante a um carro padrão, com as “asas dobradas”, e atendendo a todos os requisitos terrestres comuns.

Aeromobil carro voador

O modelo pesa cerca de 700 quilogramas, e conta com um motor a gasolina de alta octanagem, o que permite uma boa autonomia: cerca de 700 quilômetros em estrada, e 750 no ar. Com as asas abertas, o modelo atinge quase nove metros de envergadura. Quando fechadas, é muito semelhante a um carro esportivo regular, com as dimensões um pouco maiores.

Para atingir os ares, o modelo teria suas asas abertas, e faria uma decolagem semelhante à de um avião. A ideia pode ser empolgante, mas possui um custo: quase 1,5 milhão de euros.

Desempenho não é pura imaginação

Para quem pensa que o projeto do Aeromobil 4.0 surgiu sem nenhum tipo de garantia, é melhor pesquisar um pouco mais sobre o assunto. O primeiro protótipo começou a ser desenvolvido na década de 1990, e o modelo já fez vários voos de teste.

Aeromobil interior

Tanto é que o AeroMobil 4.0 ganhou o prêmio de invenção do ano por uma conhecida revista, a partir de sua aparição na Exposição Mundial de Milão,em 2015. O modelo é propulsionado por um motor dianteiro, capaz de leva-lo a até 160 km/h no chão, e atingir uma velocidade máxima de até 360 km/h enquanto está voando.

Atualmente, um dos participantes chave do projeto é um conhecido engenheiro mecânico que participou da equipe de desenvolvimento da McLaren, fator que auxilia na obtenção de credibilidade frente ao mercado.

Reservas para as unidades já estão disponíveis

Quem possui um valor entre 1,2 e 1,5 milhão de euros para investir no projeto de 2020 pode reservar uma das 500 unidades que devem ser fabricadas até lá diretamente no site da empresa. Nos anos iniciais, é necessário considerar que o carro só poderá circular ou voar em território europeu, até que haja regulamentações para este tipo de situação em outros países.

Se este for o seu caso, lembre-se de incluir no orçamento total do investimento o tempo e o dinheiro da habilitação para pilotagem de aviões e, claro, a possibilidade de acesso a pistas para decolagem e aterrissagem em diferentes locais.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas