Início » Todos os posts » Motos » XJ6 2017: A 600cc da Yamaha segue no mercado

XJ6 2017: A 600cc da Yamaha segue no mercado

Aos assustados de plantão, a boa notícia é que apesar dos rumores incontroláveis, a XJ6 2017 estará, sim, no mercado. Desde 2015, o lançamento da MT-07 gera rumores sobre a descontinuidade da 600cc clássica da Yamaha.

Somado a isso, o recente anúncio da Yamaha de que daria descontinuidade na produção da versão sem ABS gerou nova polêmica por quem não prestou atenção no comunicado.

A verdade é que – apesar do sucesso gigantesco da MT-07 – a XJ6 2017 ainda apresenta uma expectativa de vendas significativa, e ainda ocupa o imaginário de diversos adoradores das motos.

A moto focada em desempenho e agilidade urbana e conforto na estrada será lançada em duas versões para o próximo ano. Confira tudo sobre a XJ6 2017 da Yamaha:

Principais características

Com motor de quatro cilindros de quatro tempos e 600 cilindradas, a XJ6 2017 é propelida por 77,5 cavalos de potência. Distribuída em uma transmissão de seis velocidades, o modelo é realmente excepcional no que diz respeito ao desempenho.

Outra característica já tradicional da XJ6 2017 é a mescla entre digital e analógico, no painel. O conta-giros analógico iluminado elegantemente é acompanhado por um painel digital que oferece os demais dados. Neste, velocidade, contagens parciais, marcador de combustível e outras informações são projetadas.

Yamaha XJ6 N 2017
Yamaha XJ6 N 2017

A suspensão traseira com regulagem em sete modos pré-determinados é outro fator que influencia diretamente no conforto do piloto. A preocupação com conforto, aliás, é também expressa no banco bi-partido. A configuração gera um visual e uma sensação de agressividade ideal para quem busca um pouco mais de emoção sobre duas rodas.

XJ6 2017 sem modelo Standard

A polêmica mais recente em relação ao XJ6 2017 foi o anúncio da Yamaha, onde dizia que o modelo Standard, sem freios ABS, não seria mais produzido. Rapidamente, uma grande quantidade de pessoas começou a anunciar seu descontentamento com o que interpretou ser o fim da linhagem.

Se você era um dos descontentes, pode respirar aliviado. O comunicado dizia respeito apenas ao modelo sem ABS. A legislação brasileira já prevê a obrigatoriedade de freio ABS em todos os modelos saídos de fábrica para antes de 2020. A regra serve para carros ou motos. O anúncio da Yamaha tratava, portanto, desta questão que já era legalmente prevista.

Versões

Para a linha da XJ6 2017, serão mantidas duas versões. Ambas terão ABS e motorização praticamente idêntica.

A “N ABS” é o modelo clássico de rua. Agressivo e inconfundível, seu banco bipartido afastado da roda traseira e seu “6” lateral remontam a versão mais conhecida da XJ6. Seu valor inicial é previsto, por tabela, para a primeira metade da faixa dos 30 mil reais.

Já a versão F ABS, de valor muito semelhante, traz a ideia de uma máquina um pouco mais esportiva através de seu visual. É a versão um pouco mais “fantasiada” da XJ6 2017, e sua manutenção na linha oficial da Yamaha ainda não foi confirmada. Se mantida, seu valor será praticamente idêntico à N ABS.

Adaptação à chegada da MT-07

Ao contrário da tendência inflacionária, a XJ6 2017 apresenta uma leve redução em seu preço. Isso ocorre em função da necessidade da Yamaha de garantir espaço ela, frente à chegada da MT-07 – pouco mais cara.

Yamaha XJ6 F 2017
Yamaha XJ6 F 2017

No mercado internacional, alguns países aposentaram a XJ6 em prol da MT-07. O movimento de queda de preços, no Brasil, indica que não há intenção de fazer o mesmo em breve. É necessário, no entanto, acompanhar a evolução do modelo.

A tentativa da Yamaha de confrontar a MT-07 com a líder da categoria, a CB 650F da também japonesa Honda, no entanto, parece garantir a manutenção da XJ6 2017 e de seus modelos posteriores. Isso faz com que a montadora gera uma clara divisão para diferenciar os dois conceitos. Assim, o espaço parece mantido para ambos os modelos.

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas