Início » Motos » Harley Davidson Fat Boy 2018 chega ao Brasil com mudanças

Harley Davidson Fat Boy 2018 chega ao Brasil com mudanças

Recém chegando à maturidade, a Harley Davidson Fat Boy 2018 marca seus 18 anos de mercado norte-americano. Pode parecer bastante, dados os números comuns do mercado, mas não é nada tão impressionante quanto os 115 anos que serão completados pela marca em 2018.

A Softail Fat Boy é, provavelmente, uma das mais estilosas motos da linha Harley Davidson, tornando-se icônica por ser o meio de transporte do Exterminador do Futuro em uma de suas mais icônicas cenas durante o filme.

Harley Davidson Fat Boy 2018

Marcada pelo seu visual industrial, com rodas quase sólidas e um estilo inconfundível, a Harley Davidson Fat Boy 2018 receberá algumas atualizações significativas para o mercado global e brasileiro, mas sem perder suas principais características.

Mais rígida, mais confortável, mais equilibrada a mais leve, a Fat Boy perde quase 15 quilos, mas não perde sua identidade já tradicional. Saiba o que esperar do modelo, quais são as mudanças que acontecem com ele, e qual o futuro da Fat Boy no mercado brasileiro:

Visual inconfundível

Todos os apaixonados por motos sabem que o estilo de uma Fat Boy já começa nas rodas. Com a Harley Davidson Fat Boy 2018 não é diferente: nada de raios, embora alguns detalhes estéticos novos façam referência aos antigos raios que deixaram de existir nas rodas fechadas dos modelos desde 1990.

Engana-se, no entanto, que a robustez das rodas é apenas estilo: na traseira, o pneu terá largura de 240 milímetros em suas 18 polegadas, dando a impressão de robustez tão característica do modelo.

Faróis e lanternas passam a ser exclusivamente em LED, com leves ajustes nas proporções do desenho. Este passa a ser um pouco mais limpa e minimalista, sem perder a clara robustez que encanto o público. Outra mudança na traseira, mais reta e menos poluída, é o deslocamento da placa um pouco mais para a lateral.

Motorização

No que diz respeito ao motor, nada de manutenção. Embora o propulsor seja mantido como o já clássico biciclíndrico em V em 45 graus, novos eixos foram implementados para melhorar a questão das vibrações notadas pelo público.

Assim como toda a linha da montadora durante o ano de 2018, o motor carregará uma referência aos 115 anos da fundação da marca. O novo motor, capaz de entregar 16,4 kgfm de torque, será chamado de Milwaukee Eight – nome da cidade de origem do modelo e número válvulas presentes no motor (quatro em cada cilindro).

O propulsor é combinado com um sistema de transmissão de seis velocidades – as cinco primeiras um pouco mais curtas, e uma sexta marcha longa o suficiente para dar conta de esticadas em retas tranquilas.

Ajustes nos equipamentos

Outro ajuste na Harley Davidson Fat Boy 2018 é na suspensão – um tema sempre importante em um Softail, que simula a ausência de suspensão traseira, que é “escondida” horizontalmente. Destaque vai para a possibilidade de regular a carga deste sistema de suspensão traseiro de maneira manual.

No painel de instrumentos, é claro, nada de adotar os painéis digitais em LED dos dias atuais. Um grande mostrador analógico central é suficiente para as leituras do piloto na estrada. Além disso, é claro, a posição de pilotagem é mantida de acordo com a forma tradicional, garantindo que o modelo siga à risca as propostas de uma Fat Boy.

Preços já confirmados

Para os entusiastas, uma boa notícia: a Harley Davidson Fat Boy 2018 estará disponível no mercado brasileiro. Não apenas disponível, mas acompanhando o modelo global – o que significa que não haverá nenhuma defasagem por aqui.

Para quem quer levar a Fat Boy para casa, no entanto, o custo não é tão camarada assim: a representação da montadora no Brasil confirmou o valor inicial de R$ 68,9 mil para a Fat Boy.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas