Início » Todos os posts » Segurança » Como evitar pontos cegos ao dirigir?

Como evitar pontos cegos ao dirigir?

Os pontos cegos ao dirigir um carro são as áreas da pista e do trânsito que não podem ser enxergadas apropriadamente. Isso ocorre tanto em função da má disposição dos espelhos retrovisores, quanto da própria estrutura do carro.

Embora sejam recorrentes em praticamente todo veículo, representam um problema sério. Muitos acidentes são causados em função dos pontos cegos, e algumas ações podem diminuir os riscos.

Saiba mais sobre os pontos cegos, e como proteger-se deles:

Pontos cegos mais comuns

As áreas que mais são percebidas como pontos cegos na visão do motorista estão na diagonal da traseira, para os dois lados. Isso quer dizer que veículos (incluindo motos) que aproximam-se do carro em situação de ultrapassagem podem deixar de ser visíveis pelo motorista, durante alguns segundos.

Neste período, nem os retrovisores nem a visão periférica do motorista são capazes de ter contato visual. Isso faz com que, caso o motorista não tenha percebido que há um veículo nestes pontos cegos, haja um risco muito maior de acidente.

Objetos e obstáculos que estão muito baixos em relação ao carro também costumam ser um problema visual. Pedras, muretas e buracos, por exemplo, podem gerar um grande problema para o veículo, pelo simples fato de estarem fora do campo de visão.

Como evitar os pontos cegos?

Como evitar pontos cegos ao dirigir

Para evitar os pontos cegos, é necessário ajustar os retrovisores laterais e central de forma que ofereçam a melhor visão panorâmica possível. Faça este ajuste aos poucos, desde o momento em que você entra no carro, até o momento em que está dirigindo. Isto permite que você tenha a melhor configuração para o modelo do carro e a sua altura possível.

Muitas vezes, o alinhamento dos espelhos é feito incorretamente pelos motorista. Há uma clara tendência de tentar posicionar a visão de forma que se possa enxergar parte da traseira do veículo. Isso dá certa facilidade de contextualizar-se em relação à posição do espelho, mas pode ser uma falha.

Ao fazer isso, o motorista faz com que parte da visão dos retrovisores e do espelho central estejam focados em um mesmo ponto. Na prática, está “desperdiçando” amplitude da visão. Em outra palavras, você está criando pontos cegos em seu carro.

A palavra de ordem é: crie a visão mais ampla possível. Uma boa configuração de espelhos é aquela que oferece uma visão panorâmica. E essa visão permite que você saiba o que está acontecendo ao redor do seu carro com mudanças muito leves na posição da cabeça. Isso evita acidentes e riscos desnecessários.

Evitando ser vítima de pontos cegos alheios

Parte do segredo de uma boa direção defensiva é responsabilizar-se por suas tarefas, e prever que os outros não tenham assumido suas responsabilidades. Isso quer dizer que você deve sempre considerar que outros motoristas terão os pontos cegos como um problema.

Por isso, lembre-se que você pode estar no ponto cedo de um carro ou de um caminhão. Nestes casos, você pode ser a vítima da desatenção alheia, e os resultados podem ser trágicos. Tente passar o mínimo de tempo possível, nestes lugares de risco.

Em uma faixa dupla, por exemplo, tente não andar muito tempo em uma mesma posição de risco. Uma posição de risco é aquela na qual o movimento irresponsável de outro motorista pode gerar problemas para você.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas