Início » Dicas » Bateria arriada: quais as causas? O que fazer?

Bateria arriada: quais as causas? O que fazer?

Praticamente todas as pessoas com carro já passaram pela situação de estar com a bateria arriada, ou de acabar ajudando alguém que estava com este problema. Em geral, este é um problema resolvido em pouco minutos com os instrumentos e o conhecimento necessário.

Existem, ainda, alguns cuidados e prevenções que podem ser aplicados para evitar que o problema ocorra com você, embora alguns carros simplesmente não ofereçam sinais que já está quase na hora de trocar a bateria. Por isso, é igualmente útil saber qual é a técnica correta para dar aquela última carga na bateria arriada para poder levar o veículo até um local onde ela possa ser substituída.

Bateria arriada

Saiba quais são as causas e as formas de trocar a bateria arriada:

O que deixa a bateria arriada?

Entre os principais motivos para o destaque acontecer, os mais comuns são:

Esquecer a chave na ignição

Muitos “condutores de primeira viagem” cometem esse erro por simples falta de informação. Deixar a chave na ignição girada na primeira etapa (antes de dar a partida) – seja por esquecimento ou para deixar algum equipamento ligado – consome bastante bateria.

Esse problema é acelerado quando você deixa algo ligado no veículo: faróis, luzes internas, rádio, etc. O carro está desligado, mas a bateria está sendo consumida normalmente, acelerando muito o seu desgaste.

Faróis ou luzes internas ligadas

Outro problema muito comum e associado à falta de atenção é simplesmente esquecer os faróis ligados quando você sai do veículo. Como muitos carros mantém os faróis acesos por um tempo quando o veículo é trancado, é comum que as pessoas não percebam que esqueceram o item aceso, e só descobrem quando já é tarde demais.

Outro problema comum e ainda mais difícil de ser percebido é a famigerada luz interna. Isso é especialmente grave para as pessoas que – além de esquecidas – simplesmente não parecem conseguir entender os botões que ajudam a ligar e desligar automaticamente as lâmpadas internas. Quando esse esquecimento é repetido várias vezes, sua bateria certamente será um problema recorrente.

Ouvindo música com o carro desligado

Você pode dirigir seu veículo durante horas na estrada com o som a todo volume e isso não é nenhuma preocupação. Quando o carro está desligado, no entanto, algo simples como o sistema de som pode consumir a bateria em questão de horas. Por isso, é preferível que você ligue o som ou outros dispositivos eletrônicos apenas quando o motor estiver ligado.

Bateria velha

Se você trocou a bateria há mais de dois anos, está na hora de começar a se preparar: a vida útil de uma bateria automotiva não costuma passar muito de 2,5 anos, e é praticamente impossível driblar o problema depois que ela começa a dar sinais de velhice. Neste caso, a melhor forma de poupar dores de cabeça, é simplesmente trocar a bateria para uma nova.

Bateria arriada: o que fazer?

Quando a bateria está arriada, existem duas soluções possíveis: uma é chamar o seguro para levar seu carro para a oficina. A outra, é a famosa “chupeta”. Se você recorrer ao segundo método, certifique-se de ter cabos em boas condições. Tratam-se daqueles cabos em duas cores (geralmente preto e vermelho). Nunca utilize cabos improvisados, ou cabos que estejam em más condições, pois as chances de problemas são muito maiores com eles.

Além dos cabos, será necessária uma outra bateria que tenha carga. Normalmente, utiliza-se um outro carro em boas condições, que tenha bateria com a mesma amperagem que a do carro que está com problemas. Coloque os dois veículos próximos o suficiente para que o cabo alcance a bateria dos dois, mas sem que eles se encostem.

Para ligar os cabos, o correto é terminar cada polo antes de passar para o próximo, e a ordem correta é a seguinte:

  • Ligue uma ponta vermelha ao polo positivo da bateria auxiliar;
  • Ligue a outra ponta vermelha ao polo positivo da bateria arriada;
  • Ligue a ponta preta do cabo ao polo negativo da bateria auxiliar;
  • Ligue a outra ponta preta do cabo ao polo negativo da bateria arriada;

Com os cabos conectados, dê partida no carro com a bateria arriada. Se tudo der certo, este é o momento no qual o veículo ligará, e você poderá leva-lo para trocar a bateria. Se não funcionar, tente mais um ou duas vezes após cerca de 1- minutos. Caso contrário resta apenas chamar um profissional.

Para desconectar, faça a sequência acima na ordem contrária, iniciando pelos polos negativos e terminando pelos positivos.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas