Início » Leis de trânsito » Personalizar a placa do carro: como fazer? Quanto custa?

Personalizar a placa do carro: como fazer? Quanto custa?

Muitas pessoas pensam em personalizar a placa do carro como uma espécie de “pequeno luxo” para a compra de um carro zero quilômetros. Trata-se de uma espécie de capricho que, embora torne o emplacamento um pouco mais caro, aumenta o nível de personalização do modelo, e garante maior identificação entre o proprietário e seu carro.

A maioria das pessoas tende a optar por personalizar a placa do carro com informações relevantes para sua vida: data do aniversário, números especiais, combinação de letras, dentro do limite da faixa sequencial do Detran de seu estado, etc.

Obviamente, não há um nível de intensidade de personalização tão alto, por aqui, como em outros países, como os EUA. Por lá, tipografia, cor, ordem de caracteres e material da placa podem ser escolhidos de acordo com  o gosto do cliente.

Por aqui, a escolha é apenas em relação aos caracteres, dentro da sua estrutura de ordenamento, ainda seguindo todos os padrões estabelecidos. Mesmo assim, é uma forma disponível para personalizar a placa do carro.

Saiba mais sobre o assunto, como o procedimento é feito e quanto ele custa:

Como personalizar a placa do carro?

O procedimento e a cobrança para a personalização é dividido de forma estadual, de acordo com cada Detran. Eles estabelecem os procedimentos específicos, embora a regra geral seja a mesma – variando essencialmente os valores totais.

Personalizar placa de carro

Cada Detran estadual recebe, periodicamente, uma faixa de placas a serem distribuídas, de acordo com a sequência de emplacamentos ocorridos e esperados. Ao emplacar um carro normalmente, seu veículo recebe uma sequência aleatória dentro da faixa estabelecida, de acordo com sua “ordem de chegada”.

Se, por outro lado, você preferir um material personalizado, é necessário fazer o processo de “sugestão” da numeração. O procedimento é um processo administrativo interno no Detran, onde você indica qual é o nome sugerido, e qual a quantidade de caracteres que pretende modificar. O caso será analisado e deferido ou indeferido de acordo com a disponibilidade do número solicitado.

Quanto custa personalizar a placa do carro?

O valor para a personalização depende exclusivamente da tabela de preços de cada Detran estadual, e varia de acordo com a quantidade de caracteres a serem escolhidos pelo proprietário. Obviamente, quanto mais caracteres forem modificados, maior será a taxa cobrada pela instituição.

No Brasil, as taxas mais altas para o procedimento geralmente estão no Rio de Janeiro, onde o valor pode variar entre cerca de ¼ e mais de metade do valor de um salário mínimo. Em alguns outros locais, como Santa Catarina, Ceará e Minas Gerais, o valor é razoavelmente mais baixo, ficando abaixo dos duzentos reais.

A personalização e a necessidade diária

Embora a personalizar a placa do carro seja um capricho para a maioria dos brasileiros, há situações em que o número final pode ser uma questão de necessidade. É o caso dos moradores de São Paulo, por exemplo, que estão submetidos ao revezamento diário, determinado pelo número final das placas.

Neste caso, a personalização pode ser uma questão de estratégia, que depende das necessidades semanais, ou da disponibilidade de outro veículo com numeração distinta.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas