Início » Motos » Yamaha Ténéré 250 2018 chega sem novidades

Yamaha Ténéré 250 2018 chega sem novidades

No início da linha aventureira da montadora japonesa, a Yamaha Ténéré 250 2018 é uma opção para motociclistas que buscam qualidade reconhecida, mas não estão dispostos a desembolsar uma pequena fortuna por isso.

Para o ano de 2018, as novidades não são muitas – estão principalmente focadas em grafismos e opções de coloração. Isso não significa, no entanto, que o modelo esteja desatualizado. Pelo contrário: o modelo vai muito bem, obrigado, em relação à concorrente Honda XRE, e o novo concorrente que chega ao mercado, da Kawasaki, é apresentado a um preço significativamente mais alto.

Yamaha Ténéré 250 2018

Saiba o que esperar da Yamaha Ténéré 250 2018, e o que a aventureira da Yamaha promete para o público no próximo ano:

Coloração e grafismos atualizados

Para não perder o hábito de trazer algo novo, a Yamaha apostou em ajustes estéticos no ano de 2018. A Yamaha Ténéré 250 2018 será oferecida em três cores – duas metálicas, sendo verde Savage e marrom Atacama – e o Matt Black, fosco, complementado com grafismos azuis.

Alguns ajustes mais profundos também foram feitos na questão estética: os faróis passaram a ser duplos, dando um ar de Super Ténéré 1200, que é o modelo mais avançado da família. Trata-se de uma for de aproximar o público consumidor da versão de entrada do sonho de chegar à versão mais desejada das Ténérés.

Nada novo para o motor

Na propulsão, o mesmo monocilíndrico bicombustível, com tecnologia BlueFlex, equipará a Yamaha Ténéré 250 2018. Com 249,45 cm³, o propulsor é capaz de entregar até 20,7 cavalos de potência – ou 20,9 quando abastecido a álcool. Nada mal para um modelo logo acima dos R$ 16 mil, sendo compatível com a concorrência.

Preço e manutenção são vantagem para o modelo

Já disponível nas concessionárias da montadora, a Yamaha Ténéré 250 2018 pode ser levada para casa por cerca de R$ 16.190,00 – um valor bastante coerente para sua proposta. A grande vantagem, no entanto, não está no valor inicial, mas no sistema de revisões a custo fixo da Yamaha, que permitiu vencer o estigma de custo alto de manutenção atribuído às motocicletas da marca.

A garantia de fábrica é de um ano, e a reposição de peças, segundo a própria montadora, está mais ágil – uma reclamação dos anos anteriores.

Preparada para a concorrência da Versys-X

Durante algum tempo, a mídia falou que a chegada da aventureira da Kawasaki Versys-X 300 poderia ser um incômodo para a Ténéré e a XRE em suas versões mais básicas. A chegada do modelo, no entanto, parece ter aliviado o mercado: um pouco superior às duas motos já disponíveis, o preço da Versys-X é muito mais alto, partindo de R$ 21 mil em suas versões mais básicas.

Dessa forma, a Yamaha Ténéré 250 2018 segue como a opção com custo-benefício possivelmente mais interessante da categoria, sobretudo com os custos de manutenção previsíveis para os primeiros anos.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas