Início » Motos » Yamaha Fazer 250 2018 chega à terceira geração

Yamaha Fazer 250 2018 chega à terceira geração

Aposta da montadora japonesa para aqueles que pretendem sair do “basicão” no mercado de duas rodas, a Yamaha Fazer 250 2018 chega ao décimo segundo ano de lançamento do modelo. Com atualização em 2011, o modelo que deve estrear no mercado no início de 2018 será a tão esperada terceira geração do modelo.

Apresentada no Salão Duas Rodas durante novembro, o modelo deixa clara sua missão de tomar parcelas cada vez maiores do mercado, fazendo frente às CBs de menor cilindrada da Honda.

Yamaha Fazer 250 2018

Mais bonita e moderna, a Yamaha parece buscar consolidar as características que a tornam famosa: uma mecânica mais robusta e confiável que a principal concorrente no mercado nacional. De série, o modelo contará com freios ABS em todas as versões. Adicionalmente, várias mudanças a adaptam melhor ao gosto do público, chamando atenção para várias das qualidades do modelo.

Saiba o que esperar da Yamaha Fazer 250 2018, e o que a montadora promete para o modelo:

Visual inspirado

Embora o visual sempre tenha sido um ponto forte para a Fazer, a Yamaha parece estar bastante disposta em levar o upgrade a um nível ainda superior. O visual da naked recebe, agora, inspirações mais diretas da “irmã mais velha” MT-03, um dos grandes sucessos da Yamaha no que diz respeito ao estilo.

Isso significa que o visual é mais agressivo, com carenagem mais recortada e com cara de “poucos amigos”. O tanque também recebe mais destaque e protuberâncias mais agressivas em suas abas, bem como a rabeta, que se torna mais fina, com alças refeitas para combinar com o visual.

O farol, a lanterna e os piscas são, agora, totalmente em LED, acompanhando as atualizações dos instrumentos e, até mesmo, do guidão da moto.

Novo painel de instrumentos é atração

Se todas as luzes externas foram implementadas em LED na Yamaha Fazer 250 2018, nada mais natural que garantir iluminação em mesma tecnologia para o painel de instrumentos. Totalmente digital, o painel segue as tendências acertadas da montadora para oferecer um visual limpo, inteligente e rico em informações, com manuseio intuitivo e prático.

Destaque especial deve ser dado ao computador de bordo colocado no painel: embora pequeno e simples, o dispositivo oferece uma série de leituras interessantes, incluindo o consumo instantâneo da moto.

Chegada do ABS é grande novidade

Apesar das mudanças visuais e atualizações tecnológicas, não há dúvidas de que a grande novidade para a Yamaha Fazer 250 2018 está no novo sistema de freios. Desde a chegada da geração anterior do modelo, a falta de opção em ABS era algo bastante discutido entre consumidores e mídia especializada.

Falava-se que a proposta de redução de custos poderia ter impedido que o modelo fosse muito mais atrativo a quem buscasse um bom modelo, focado em entregar qualidade, pois nem mesmo era possível escolher o sistema antitravamento como um opcional.

Agora, no entanto, a Yamaha Fazer 250 2018 chegará com o sistema de série, em qualquer versão que seja escolhida. É, além de uma melhoria, uma espécie de recado da montadora, dizendo que atendeu aos pedidos feitos nessa terceira geração da moto.

Poucas mudanças na motorização

Ao que tudo indica, todas as grandes mudanças mecânicas da Yamaha Fazer 250 2018 ficam de fora da motorização. No que diz respeito ao propulsor, os mesmos 249,5 cm³ são utilizados. As mudanças se resumem a um remapeamento do módulo de injeção, capaz de gerar pouco mais de meio cavalo de potência em relação à geração anterior.

Significa dizer, portanto, que o motor é capaz de gerar algo em torno de 21,5 cavalos de potência, na terceira geração, e pouco mais de 2 kgfm máximos de torque. A aceleração deve ganhar pontos em função da nova coroa da transmissão, que continuará contando com cinco velocidades.

Os preços do modelo foram divulgados imediatamente abaixo dos R$ 15 mil, com quatro anos de garantia e sistema de revisão de preço fixo.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas