Início » Todos os posts » Dicas » Aplicativo Waze: saiba os benefícios e riscos para o motorista

Aplicativo Waze: saiba os benefícios e riscos para o motorista

aplicativo-waze
Foto: Agência Firma/Reprodução

Há alguns anos o uso intensivo do aparelho de GPS foi substituído por celulares e softwares com conectividade e usabilidade muito mais simples, capaz de gerar resultados iguais ou mais interessantes.

Entre os aplicativos que passaram a tomar conta das rotas de motoristas por todo o país, o Waze começou a fazer sucesso entre usuários de smartphones com o iOS, sistema operacional da Apple, e logo popularizou-se para outras plataformas.

Interativo, colaborativo e com usabilidade simples e agradável, é o aplicativo favorito de muitos usuários de GPS dentro do smartphone, mas sua utilização pode apresentar alguns riscos para o motorista.

Conheça quais são os principais benefícios e riscos que a utilização do aplicativo Waze pode levar aos condutores:

Caminho mais rápido

Uma das principais vantagens que o Waze trouxe a motoristas com todos os níveis de experiência foi a possibilidade de indicar caminhos mais curtos, mais rápidos e menos problemáticos em relação ao trânsito.

Não são poucas as pessoas que descobriram novas formas de fazer caminhos cotidianos de maneira mais eficiente através do aplicativo e passaram a adotar a rota. O Waze possui mapas bastante completos e atualizados constantemente, e isso diminui a quantidade de erros do aplicativo, principalmente através do conceito social que ele apresenta para os usuários.

Leia também: GPS: confira os melhores aplicativos para smartphones

Colaboratividade

Muitas pessoas já ouviram falar que “o Waze é o GPS social”, mas nem todos estão muito certos do que isso quer dizer. O Waze é interativo e colaborativo e isso significa que seus usuários interagem entre si de forma direta e indireta, melhorando as leituras do software.

Em um local onde muitos usuários apresentam um comportamento de engarrafamento, por exemplo, o software é capaz de concluir que o trânsito está ruim. Da mesma forma, um usuário pode avisar através do aplicativo que houve um acidente em determinado local e o software avisará outras pessoas por perto.

O mesmo acontece com radares, eventos, obras ou qualquer outra interrupção que possa estar ocorrendo pelas ruas: por ser colaborativo, pois a experiência de um usuário enriquece a jornada de outro.

Distração ao volante

Ao mesmo tempo em que auxilia os motoristas a chegarem a seu destino, o Waze gera um grande problema: se ele espera atenção em seu conteúdo e colaboração dos usuários, ele gera o problema da distração.

Para interagir, ler, mudar rotas e fazer uma série de procedimentos normais de utilização do aplicativo, é necessário desviar a atenção do trânsito, que é um dos erros mais primordiais na origem da maioria dos acidentes de trânsito.

Caminhos perigosos

Além disso, eventualmente o Waze envolve-se em algumas polêmicas a respeito de sua própria formulação de rotas, que eventualmente leva à fatalidades. Como o software só analisa as rotas e as informações recebidas, ele não distingue, por exemplo, onde há locais com maior incidência de violência contra carros.

Isso leva o aplicativo a indicar caminhos que passam por zonas extremamente perigosas para motoristas e – como ocorreu em alguns casos já conhecidos pela mídia – isso pode levar a assaltos, ataques e, algumas vezes, até mesmo em ferimentos fatais dos motoristas que seguiram estes caminhos sem saber.

O aplicativo não é um consultor de segurança e não pode ser culpado por causa da violência existente em alguns pontos. Por isso, a melhor dica para evitar este risco é conferir antes de sair de casa qual é a rota que o Waze está sugerindo que você siga.

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas