Início » Carros » Volvo XC40 2018 é SUV sueco de entrada

Volvo XC40 2018 é SUV sueco de entrada

Provavelmente nenhuma montadora automotiva que não seja altamente especializada em um segmento ignora o amplo mercado de SUVs, e o Volvo XC40 2018 é a opção da montadora sueca para o segmento premium de entrada.

Já lançado na Europa, o SUV compacto premium é uma opção interessante para preencher a lacuna deixada pela marca até então. Aproveitando-se de suas boas conexões com a China (já que é a Geely quem detém a maior parte da Volvo), o modelo foi feito sobre a plataforma modular CMA, utilizada em montadoras chinesas que buscam um mercado mais sofisticado.

Volvo XC40 2018

O resultado foi um veículo bem resolvido, bonito e menos conservador do que aquilo que normalmente se atribui à marca. Resta saber seu desenvolvimento no mercado, e quanto interesse o modelo irá despertar ao redor do mundo. Saiba o que foi revelado sobre o modelo:

Presença provável no mercado brasileiro

Volvo XC40 2018 traseira

O Volvo XC40 2018 foi revelado na Itália, e sua produção já foi confirmada em terras belgas, onde há uma planta da montadora. A fábrica deve suprir a produção global do modelo, já confirmada para a Europa e para os EUA.

Sabe-se, no entanto, que a marca tem intenção de trazer o modelo para o mercado brasileiro – possivelmente ainda em 2018, mas sem uma data mais precisa confirmada. O preço também é algo a ser confirmado: fala-se em um valor entre os 30 mil e os 35 mil dólares no mercado global, mas é difícil fazer uma conversão para o mercado brasileiro, dada a diferença de perspectiva sobre o que a marca representa por aqui.

Visual marca presença

Com clara inspiração nos conceitos da Volvo, bem como nos SUVs maiores, o Volvo XC40 2018 apresenta um visual bonito e bastante atual. Mescla um pouco de agressiva e muita imponência, oferecendo a medida certa de visual conservador (uma de suas características tradicionais) a uma agressividade que gera um apelo emocional necessário ao mercado de SUVs.

O teto reto e a coluna C alta ajudam a oferecer uma imponência que dá um ar de superioridade ao modelo, enquanto a traseiro mais inclinada oferece uma perspectiva um tanto quanto esportiva para o utilitário.

Outro fator bastante interessante trazido pela montadora é a pintura em dois tons, que permitirá mais de 15 combinações possíveis, à escolha dos clientes. Trata-se de um óbvio presente para tentar encantar o mercado.

Interior inspirado em SUVs mais avançados

Volvo XC40 2018 interior

Por dentro, a Volvo acertou em buscar inspiração nos SUVs de maior porte, mantendo boa parte da tecnologia e do estilo do acabamento. Chama a atenção a generosa tela de 9 polegadas no console central, com tecnologias atuais de conectividade em dispositivos móveis.

Falando em dispositivos móveis, aliás, o console contará com uma área para carregamento de smartphones por indução, permitindo que o motorista carregue sem aparelho com a necessidade de cabos.

Um segundo display de 12,3 polegadas substitui os mostradores analógicos no painel do motorista, permitindo que o condutor configure as informações mostradas a respeito do veículo. Além disso, é claro, mimos como áreas independentes no ar-condicionado digital e acabamento premium fazem parte do pacote de benefícios de se adquirir o modelo.

Diferentes versões foram confirmadas

Nos mercados onde o Volvo XC40 2018 já foi lançado, três versões do modelo estão disponíveis. A Momentum conta com todos os itens já citados, bem como dispositivos adicionais de segurança.

Um degrau acima, a R-Design oferece acabamento diferenciado, com texturas, alumínio e, até mesmo, couro de melhor qualidade para dar um upgrade na experiência de condução. A versão Top dá alguns toques de excentricidade no acabamento: a alavanca de câmbio é de cristal, e toques de madeira de adicionados no interior do veículo, ao melhor estilo sueco.

Motorização europeia é variada

Embora nada garanta que essas sejam as versões disponíveis por aqui, o modelo europeu terá cinco opções de motorização. No diesel, uma versão com 150 cavalos e outro de 190 cavalos estão disponíveis. As versões que utilizam gasolina, por sua vez, apresentam potência semelhante: 156 e 190 cavalos, respectivamente. O destaque via para a versão mais potente, chamada T5, com 258 cavalos. Todos os motores são de dois litros com turbo.

A transmissão é automática de oito velocidades, ou manual de cinco velocidades para as versões mais simples a diesel ou gasolina. Fala-se, ainda, na chegada de um modelo híbrido, mas não há confirmações ou datas previstas.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas