Início » Carros » Hyundai Tucson 2018: Versão global gera dúvidas por aqui

Hyundai Tucson 2018: Versão global gera dúvidas por aqui

A Hyundai está entre as montadoras mais ligadas ao mercado de SUVs global, no que diz respeito à quantidade de modelos no catálogo. A marca coreana raramente deixa seus modelos da categoria envelhecerem, e a Tucson 2018 está entre as prioridades da marca.

Globalmente, trata-se da terceira geração do modelo, que ainda inspira certas confusões em relação à nomenclatura por aqui. O modelo já circula com visual semelhante há algum tempo por lá, e não será a Tucson 2018 a responsável pela mudança.

Por aqui, é significativamente difícil definir o que significará o Tucson 2018, tanto em função das atualizações ao modelo atual, quanto às novas estratégias de nomenclatura. Por lá, deverá apresentar poucas mudanças no visual, enquanto o interior e o motor serão praticamente os mesmos. O modelo de lá pode representar um indicativo do que está por vir no mercado nacional, mas não há confirmações oficiais da montadora.

As expectativas são de que a New Tucson chegue por aqui ainda em 2016 para o catálogo 2017. Considerando que as mudanças da Tucson 2018 representam pouco em relação ao modelo atual, é possível que a versão que rodará por aqui da New Tucson seja bastante semelhante.

Saiba quais são as expectativas da Tucson 2018 para o mercado global, e o que esperar por aqui:

Tucson 2018 mantém boas características do modelo

A Tucson 2018 mantém seu conceito básico há algum tempo, como uma SUV de cinco lugares, de visual bastante atraente e com boa lista de itens. As características visuais são herdadas do Santa Fe, irmã maior da SUV.

As leves mudanças devem incluir apenas atualizações nas lanternas e leve ajuste na grade, para que fique de acordo com a identidade visual da marca. As mudanças levam a um visual um pouco mais agressivo da SUV.

Por dentro, a Hyundai Tucson 2018 mantém seu bom acabamento característico. Algumas mudanças devem incluir melhorias nos equipamentos de segurança, além de adicionar materiais mais sofisticados no modelo internacional.

Motorização é mantida no exterior

Fora do Brasil, é praticamente confirmada a mesma motorização utilizada atualmente. Isso significa que é mantido o 2.0 de quatro cilindros. É o motor capaz de produzir pouco mais de 165 cavalos de potência. O modelo é combinado com transmissão automática de seis velocidades.

Também é utilizado o mesmo 1.6 turbo de quatro cilindros que move a new Tucson brasileira, capaz de produzir 177 cavalos de potência. Tudo indica, portanto, que a versão única seja mantida por aqui.

Confusão de nomes da linha brasileira

Por aqui, a Tucson 2018 global deve continuar sendo chamada de new Tucson por algum tempo. O problema ocorre em função da comercialização paralela de duas versões da SUV – ambas de fabricação nacional.

Com a possível adição da terceira geração ao catálogo, é possível que haja um reposicionamento significativo do modelo, sem que ele perca suas gerações passadas para fazer “companhia”. Se isso ocorrer, a nova geração deve posicionar-se entre ix35 e Santa Fe, sem futuro certo para as outras versões.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...
teste