Início » Todos os posts » Carros » Suzuki Vitara 2019 a partir de R$ 91.990 e algumas novidades

Suzuki Vitara 2019 a partir de R$ 91.990 e algumas novidades

O Suzuki Vitara 2019 foi recentemente lançado e veio com diversas novidades incríveis que deixaram os amantes da marca de queixo caído.

Conforme o Inmetro, este é um dos SUVs vendidos no Brasil que fornecem mais economia. No Salão do Automóvel, que ocorreu em novembro do ano passado, o utilitário surgiu com um visual totalmente reestilizado.

Para-choque e grade renovados, trazendo acabamentos diversificados nas várias versões do modelo. O para-lamas também ficou incrível, um pouco mais ampliado com a linha de cintura ascendente indo de encontro a ele.

Os faróis agora são em LED e têm contorno azul. Estão alinhados e combinando com todo o design moderno da dianteira. Ah, isso sem contar com a luz que é de iluminação diurna.

Mais uma inovação no Suzuki Vitara 2019 são as rodas com o aro 17. O acabamento é Diamond Black e o pneu traz uma eficiência em nível energético bem alto. Isso garante menos atritos e menos consumo. Para completar o magnífico visual, a traseira desta máquina conta com lanternas em LED novíssimas.

Mais mudanças

Ainda em se tratando das alterações significativas da nova linha da Suzuki, vale destacar a possibilidade de um teto solar com abertura parcial ou total. Isso mesmo: teto solar duplo!

Outro recurso que deixou as versões 2019 dignas de “uau” é o cluster que possui tela colorida TFT com definição de alta qualidade. O computador de bordo vem com a função do gráfico que mostra:

  • Força G;
  • Frenagem;
  • Aceleração;
  • Indicação de torque;
  • Economia de combustível;
  • Potência.

Já os sistemas de multimídia vêm com o novo Android 7.1. A tela é HD anti-reflexo  de 10”, que faz uma ótima dupla com o processador de 2GB RAM Quadcore e memória de 16GB interna para o armazenamento de fotos, músicas e vídeos.

E nem citamos o bluetooth com o áudio streaming, nem que é possível conectar o celular no wifi ou fazer um “espelhamento” de tela para utilizar aplicativos, tais como o Waze e o Spotify. O painel oferece uma melhor conectividade para os smartphones que agora terão grande funcionalidade junto ao veículo.

Suzuki Vitara 2019

Suzuki Vitara 2019 e seus outros detalhes

Com relação à sua mecânica, o Suzuki Vitara 2019, o utilitário esportivo mais cobiçado do momento, traz o motor turbo de 1.4, 23,5 kgfm e 146 cv. Ele funciona com injeção direta de combustíveis e intercooler na versão 4Sport e 4Style.

Os modelos 4All e 4You já têm motor 1.6, 16,7 kgfm e 126 cv conectado ao câmbio com seis marchas automático.

A linha 2019 do Vitara 2019 conta com o sistema de start-stop e trações integrais com quatro modos de execução: bloqueado, automático, neve/lama e sport. O envio é de 50% da força do seu motor para cada um dos eixos.

Todas as incríveis versões do automóvel veem com direção equipada com assistência elétrica e função Hill Hold. Isso que evita que o carro, em partidas em rampas, venha a se mover para trás. Tem também o Hill Descent, que proporciona descidas mais suaves e seguras, controladas em pisos muito irregulares e escorregadios e declives bastante acentuados.

Preços do Suzuki Vitara 2019

Confira à seguir como estão os preços de cada versão com tantas novidades incorporadas nos veículos.

  • Vitara 4All SE – R$ 91.990;
  • Vitara 4You SE – R$ 103.990;
  • Vitara 4Sport SE AllGrip – R$ 116.990;
  • Vitara 4Style SE AllGrip – R$ 123.990.

A história do Vitara

O Vitara é um veículo criado em conjunto com a General Motors dos EUA e a Suzuki. A Cami Automotive iniciou a produção em pequena escala no ano de 1989, em sua fabrica no Canadá.

O utilitário começou a ser vendido nos Estados Unidos como Suzuki Sidekick, Chevrolet Tracker e Geo Tracker. Já no Brasil chegou como Asüna Tracker/Pontiac e Suzuki Vitara. No Canadá ele foi comercializado como GMC Tracker e no Japão como Suzuki Escudo. Este último tinha as versões Hard top, conversível e 4 Portas. O motor tinha 4 cilindros e era V6.

No ano de 1998 o queridinho Vitara foi substituído pelo super lançamento da época: o Suzuki Grand Vitara.

O surgimento do SUV ocasionou-se do por conta de uma situação um tanto curiosa relativa a outro produto da marca Suzuki: o Suzuki Samurai. O jipinho comercializado nos solos americanos começou a ter um grande índice de capotagens.

O órgão regulador, NHTSA, que fiscalizava a segurança no trânsito dos Estados Unidos, acabou determinando que o automóvel não era seguro. Com isso, para prosseguir com sua comercialização, seria preciso que algumas alterações fossem feitas, tais como deixa-lo mais pesado, mais longo e mais largo. E foi então que vimos nascer o Vitara.

Suzuki Vitara 2019

O Vitara no Brasil

Sua introdução no Brasil se deu no ano de 1991, mais especificamente em setembro. Contudo, o modelo teve diversos concorrentes, estando entre eles o Lada Niva, o Daihatsu Terios1.3 e o Daihatsu Feroza.

O utilitário da marca japonesa oferecia as versões de 3 e 5 portas, sendo que a de 3 portas tinha disponível o teto de aço e o teto canvas. Já o de 5 portas tinha apenas o teto de aço. Seu motor de 1.6, tinha inicialmente 8 V, era carburado e com 74 cv.

A versão de 1993 de 3 portas acabou incorporando a injeção eletrônica, continuando com 8 V, mas passando a desenvolver os 80 cv. O de 5 portas tinha 16 V e chegava a 96 cv.

Algumas unidades provenientes dos mercados norte-americanos, na época foram vendidas como Sidekick. Elas tinham certas particularidades que se relacionavam às regras americanas.

O Siderick foi comercializado no Brasil até o ano de 1998, quando teve a substituição feita pelo Gran Vitara. O utilitário seguiu nos mercados nacionais até o ano de 2003. O modelo também foi comercializado, depois de 2001, pela General Motors, como Chevrolet Tracker. No entanto, ele só possuía a versão de diesel.

Gostou de conhecer um pouco mais da história do utilitário e das inovações que vieram com a versão do Suzuki Vitara 2019? Deixe nos comentários o que achou do novo SUV.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas