Início » Carros » Suzuki Jimny 2017: O que esperar do modelo aventureiro?

Suzuki Jimny 2017: O que esperar do modelo aventureiro?

O Suzuki Jimny 2017 gera expectativas de atualização há alguns anos – e não sem motivos. O “jipinho”, lançado em 1998, praticamente não foi atualizado desde então. Lançado no Brasil no início dos anos 2000, sua natureza aventureira permitiu que a Suzuki “esquecesse” de atualizar o modelo, apostando que sua capacidade de campo suprisse as demandas do nicho que atende.

Não há, no entanto, espírito de aventura suficiente para vencer o envelhecimento de quase duas décadas. Neste meio tempo, utilitários tornaram-se cada vez mais “civilizados” e desenvolvidos como mistos de sofisticação urbana e potencial off-road.

Por sua passividade em relação ao mercado, o Suzuki Jimny 2017 viu-se em um segmento de nicho ainda mais específico: quem busca exclusivamente por aventura. O anúncio da atualização, feito ainda em 2014, deixou clara a valorização deste segmento: o Suzuki Jimny 2017 não deve ser uma veículo que se sente mais confortável no asfalto do que nas trilhas.

Pelo contrário, a ideia é que ele adapte-se às novas tecnologias mecânicas para ser ainda mais eficiente nas trilhas e caminhos cheios de lama. Saiba o que realmente esperar do utilitário off-road da Suzuki em sua demorada segunda geração:

Atrasos no lançamento deve levar estreia para 2018

Ainda em 2014, quando a atualização foi anunciada, a Suzuki declarou que o novo modelo chegaria como Jimny 2017. Ao que tudo indica, no entanto, questões internas parecem ter atrasado a chegada da nova geração.

Com boa parte de seu novo catálogo já lançado, a expectativa é de que o Jimny só seja atualizado para a linha 2018. A triste verdade é que não se trata de um atraso tão significativo para um modelo que esperou vinte anos para ser atualizado.

Adaptação às normas atuais e melhorias leves

A Suzuki já declarou quais são suas intenções com o Jimny 2017. Não se trata de seguir tendências do mercado de converter utilitários puro sangue em crossovers atraentes. A intenção é que o modelo seja mais seguro e melhor adaptado à legislação que mudou ao longo das últimas décadas.

As melhorias para o modelo não o tornam mais atraente como um modelo urbano. Na prática, a aposta está na adoção de sistemas eletrônicos que facilitam a vida off-road, garantindo desempenho mais seguro e eficiente na lama. Além disso, novas suspensões devem tornar sua utilização mais confortável em qualquer ambiente.

O que esperar da nova geração?

A Suzuki deixou bastante claro, para o público, qual é sua intenção com o Jimny 2017. Em entrevista para o Top Gear, a marca declarou que “trata-se de uma evolução, não uma revolução”.

Deve-se esperar, portanto, atualizações visuais leves de troca de geração, mais segurança e, possivelmente, motorização mais econômica (um problema significativo do modelo atual). Mais moderno, o modelo não deixará de ser um off-road desenvolvido especificamente para a aventura. Não há motivos para esperar avançados sistemas multimídia, ou diferentes zonas de ar-condicionado – não é essa a proposta do Jimny 2017.

Produzido em Goipas, o modelo deve contar com uma versão atualizada do motor 1.3 que utiliza atualmente. Ela deve ser adaptada para oferecer melhor consumo e maior potência. No mercado japonês, cogita-se até mesmo um 0.6 de três cilindros, que não deve chegar por aqui.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...
teste