Início » Todos os posts » Carros » Suporte automotivo para prancha de surf: como escolher?

Suporte automotivo para prancha de surf: como escolher?

Hoje em dia, para se ter mais conforto internamente ao carro, está em voga o uso de suportes automotivos – e o suporte automotivo para prancha de surf é a opção ideal para quem gostar de pegar algumas ondas. Atualmente, existem os principais que normalmente são usados no momento em que irão viajar, como os racks de prancha e também racks de malas, suporte que são levados em cima do capô. Nesta matéria, será destacado principalmente os racks de prancha ou também como transportá-las.

Se não sabes como transportar as tuas pranchas de surf no carro para ir à praia surfar, neste artigo mostramos-te três possibilidades de o fazer. Presta atenção, porque nem todas as formas de transporte são legais.

Suporte-automotivo-para-prancha-de-surf

Colocar as pranchas de surf no teto do carro com suportes flexíveis.

Se o teu carro não dispõe de barras rígidas ou não queres investir nisso, podes optar por colocar no capô superior/teto do teu carro uns suportes flexíveis (também chamados Soft-Rack) para transportar as pranchas de surf.

Estes suportes flexíveis são fabricados com uma esponja que colocas no capô do carro. Têm várias cintas de amarração, umas para prender os apoios ao capô, que devem passar por dentro do carro, e outras para prender as pranchas de surf aos suportes. Deves começar por colocar a parte da esponja sobre o capô do carro, em seguida passa as cintas de amarração por dentro do carro e prende-as com força.

Veja também: Suporte de bicicleta para carro: Qual escolher?

Coloca sobre os suportes as pranchas de surf que queres transportar, e com a cinta de amarração que te sobra dá a volta às pranchas e prende-as com força. Centra-as bem e comprova, quando terminares, que estão bem presas, assim como os apoios. Um ponto positivo dos racks é que são muito seguros, podendo ir na autoestrada, e fazer milhares de quilômetros.

Dentro das formas legais de transportar pranchas de surf no automóvel, esta é a opção que oferece a melhor forma de transporte, custo e tempo. É muito rápido de instalar e desinstalar, existem versões simples para transportar até 3 pranchas, e versões duplas para um máximo de 6 pranchas. É ideal também se viajares de avião e pensares alugar um carro no destino. Metes os apoios no saco das pranchas, e podes transportar as tuas pranchas de surf no carro alugado.

Colocar as pranchas de surf no interior do automóvel

É uma forma muito utilizada, porque é rápida e sem custos, desde que não sejas parado pela polícia. Começa por baixar para trás o mais possível o banco do copiloto e introduz as tuas pranchas pelo porta-bagagens, com o tail para a frente apoiando-o no banco dianteiro que se encontra rebaixado.

tail fica apoiado no chão, ao nível dos pés do banco do copiloto, de forma a que as pranchas fiquem o mais à frente possível. Prende as pranchas de surf com o cinto de segurança do banco do copiloto e aperta-o, dessa forma as pranchas manter-se-ão seguras, evitando que se movam em todas as rotundas.

Atenção: esta forma que se explicou é absolutamente proibida. É proibido transportar qualquer objeto volumoso no interior de um veículo ligeiro. Se a polícia avistar na estrada podes ser multado, ou então será uma infração grave, ainda mais cara.

Colocar as pranchas de surf nas barras do teu carro

Para esta opção, precisas de ter barras rígidas no automóvel, protetores de barras e duas cintas de amarração. Deves começar por colocar os protetores de esponja nas barras rígidas do teu carro, a seguir coloca as pranchas de surf sobre os protetores com a parte da frente da prancha para a frente e voltado para baixo, centrando-o bem.

Para prender as pranchas à barra vamos utilizar as cintas de amarração. Começamos por prender a parte da frente da prancha. Passa uma cinta por cima da prancha atravessando o carro e em seguida faça passar por baixo da barra, puxe a cinta novamente por cima da prancha e por baixo da barra, une as duas extremidades da correia com força, mas sem exagerar para não danificar as arestas da prancha.

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas