Início » Carros » SsangYong Tivoli: SUV coreano é grande destaque no mercado

SsangYong Tivoli: SUV coreano é grande destaque no mercado

É bem verdade que a SsangYong não apresenta – nem de longe – o mesmo sucesso que outras marcas coreanas no mercado brasileiro e no resto do mundo. O SsangYong Tivoli, no entanto, é um forte esperança de tentar mudar essa situação com um SUV bonito, bem equipado e verdadeiramente interessante.

Conhecida por sua baixa penetração e decisões visuais muito sem graças, a marca parece ter finalmente despertado para concepções mais afinadas sobre seus veículos. O Tivoli, por exemplo, é um utilitário compacto com a cara que costuma agradar o mercado – utiliza-se dos conceitos que já haviam sido apresentados pela montadora em salões passados pelo mundo.

SsangYong Tivoli 2017

Na Europa, o modelo foi lançado no início de 2016 com propostas de marketing bastante interessantes. Mais tarde, no mesmo ano, chegou a alguns mercados da América do Sul com a promessa de dar as caras por aqui em breve. Seu principal destaque no continente foi no Chile, mas a promessa para o mercado brasileiro não parece ter seguido em frente.

Saiba mais sobre o surpreendente SsangYong Tivoli, e quais são as principais características deste utilitário que pode mudar a posição da montadora coreana no mercado global:

Desenho acertado

Os aspectos tecnológicos ou mecânicos nunca foram os principais problemas da SsangYong. Competente nas questões técnicas, boa parte da barreira do mercado para a entrada da montadora de forma mais competitiva nos seus segmentos ocorre em função do design questionável de seus veículos.

Na maior parte das vezes, veículos excessivamente quadrados, com pouca atenção aos detalhes e pouquíssimo apelo emocional são apresentados e rapidamente ignorados pelo mercado. O SsangYong Tivoli, no entanto, demonstra uma nova intenção. Ainda se trata de um carro com certas características tipicamente associadas à marca, mas a atenção aos detalhes parece ter gerado um acerto visual mais amplo.

Com dimensões muito parecidas às de modelos como o Renault Duster, o SUV é inspirado em seus conceito SsangYong Air e Adventure, que foram bem recebidos no Salão de Paris de 2015. A recepção parece ter encorajado a marca a sair em frente e tentar o acerto que, aparentemente, gerou resultados.

Motorização atraente

SsangYong Tivoli 2017 traseira

Outro acerto do SsangYong Tivoli está sob o capô: o motor 1.6 de 127 cavalos pode não estar entre os mais impressionantes, em aspectos de desempenho. Para um SUV de 1,2 toneladas, no entanto, a tecnologia e-Xgi é capaz de oferecer um interessante equilíbrio entre desempenho e consumo. Segundo os dados oficiais divulgados pela montadora, a expectativa é de um consumo médio de 12 km/l.

Bons itens adicionais são ponto forte

SsangYong Tivoli 2017 interior

Tratando de SUVs, é evidente que os itens periféricos e de segurança são importantes – essa é, afinal, a proposta principal deste tipo de modelo que caiu no gosto do público sem uma oferta clara de utilidade física, a despeito do nome.

O conjunto de sete airbags, controle de estabilidade e monitoramento da pressão dos pneus tornam a questão da segurança um ponto forte do veículo, e a boa central multimídia com boa conectividade somada a câmeras de ré incluídas e ar-condicionado com configuração dual zone são, certamente, fatores que tornam a compra mais racional para os interessados.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas