Início » Todos os posts » Direção » Simulador de autoescola: mais segurança no aprendizado veicular

Simulador de autoescola: mais segurança no aprendizado veicular

Você está pensando em tirar a CNH pela primeira vez e não tem muita noção de como proceder? Que tal experimentar o simulador de autoescola?

Neste artigo, vamos te mostrar tudo o que é preciso saber sobre esse sistema de aprendizado.

Existem reprovações no simulador de autoescola?

Não há reprovações no simulador. Ele é apenas um meio que fornece ao candidato uma  noção real do que é o veículo, mas com toda a segurança na hora de dirigir.

Ele oferece a sensação clara de fazer movimentos autênticos dentro de um veículo, com o benefício de não haver riscos de acidentes.

Agora, o CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), por meio da Resolução Nº 543, estabeleceu a obrigatoriedade da utilização do simulador no decorrer do processo de instrução do condutor.

Existe uma carga horária obrigatória para se cumprir no simulador de autoescola?

Se o candidato estiver em busca de sua primeira habilitação, precisa fazer um mínimo de 25 horas/aula práticas. Estas deverão ser distribuídas da seguinte forma:

  • 20 horas no veículo da aprendizagem, sendo que 4 horas precisam ser no período da noite;
  • 5 horas utilizadas no simulador da direção, sendo que 1 hora precisa ter conteúdos noturnos.

Mas para os que já têm uma carteira e somente desejam acrescentar a categoria B, a necessidade é de apenas 20 horas/aula, com 5 no simulador.

Simulador de autoescola

Qual é a forma de procedimento do simulador de autoescola?

Este simulador, os alunos terão situações reproduzidas, tais como:

  • Mudanças de faixa;
  • Ultrapassagens;
  • Direções com tempo chuvoso e manobras em marcha à ré;
  • Momentos desconformes, como neblina, subida, chuva, pontos cegos, direção noturna, etc.

O simulador auxilia no combate a direções perigosas também.

O simulador foi elaborado para que o candidato se concentrasse e permanecesse atento quanto à segurança que deve ter no trânsito.

A aula no simulador permite que o aluno tenha a ideia do que é realmente estar dirigindo um carro, uma vez que a cabine é idêntica.

O simulador nas autoescolas de todo o Brasil

Praticando a direção no simulador, os indivíduos têm a primeira noção do que é realmente estar dentro de um carro. Ele pode experimentar a entrada e a saída de vagas no estacionamento e, principalmente, ter a chance de ganhar prática ao fazer uma baliza.

Este instrumento permite um maior preparo e com maior eficiência para o futuro motorista. Isso sem contar a enorme vantagem que é não colocar a sua vida em risco nem a de outras pessoas.

Alguns alunos que já experimentaram o método relatam que as aulas são quase um desafio. É bem interessante, mas bastante difícil ao mesmo tempo, ainda mais quando se sabe apenas um pouco do básico. Entra aí uma boa mistura de nervosismo, tecnologia e modernidade.

Quando se entra no simulador é necessário regular todos os retrovisores e o banco, colocar o cinto de segurança, verificar se tudo está em ordem, dar a partida e, só então, começar a operar o equipamento. As aulas se realizam na presença de um instrutor, que irá decidir o percurso a se fazer.

Após as horas necessárias no simulador, o candidato acaba por receber a autorização que o DETRAN emite para posteriormente praticar nas ruas.

Praticar e simular o exame da direção com os jogos

Tendo aulas nos simuladores de autoescola, os alunos podem pensar que estão em uma espécie de jogo, uma vez que o equipamento lembra muito as máquinas de fliperama.

No entanto, obviamente que não se trata de um simples jogo. O simulador é completo, de forma que mostra as condições mais hostis antes do indivíduo ir para as ruas dirigindo um carro verdadeiro. Ele irá vivenciar as inúmeras situações perigosas, mas sem os riscos reais.

Há um programa para baixar e instalar nos PC’s da versão demonstrativa e completa. É bem parecido com City Car Driving, um jogo que fornece a chance de superação do medo de dirigir. Usa-se um ambiente virtual para uma prática no ambiente urbano real.

Simulador de autoescola

O que é preciso fazer para se tirar a CNH?

Todo o procedimento para se tirar a habilitação é basicamente dividido em 3 fases:

  • Avaliações psicológicas e exames físico/mental;
  • Curso e prova de ordem teórica;
  • Aula e exame de ordem prática de direção.

Todo esse processo é válido por 12 meses a serem contados à partir da data do requerimento, no momento em que se é inserido no RENACH e na Base Índice Nacional de Condutores (BINCO).

Alguns candidatos demoram menos, outros mais para tirar a CNH. Isso depende da disponibilidade financeira, de dedicação e tempo. De toda maneira, é suficiente o prazo de 12 meses para a conclusão das 3 fases.

Os passos a serem seguidos são:

  • Cumprimento dos pré-requisitos;
  • Cadastro no site do DETRAN;
  • Agendamento no DETRAN dos exames psicotécnico e médico;
  • Escolha da autoescola.

Pré-requisitos para a candidatura:

  • Ser imputável penalmente, o que quer dizer, ser plenamente capaz de responder legalmente por qualquer ato;
  • Ser alfabetizado, independente do grau da escolaridade;
  • Possuir quaisquer documentos de identificação que seja emitido por um órgão público (RG, passaporte, carteira de trabalho, etc.);
  • Possuir um CPF.

Cumprindo todos esses requisitos já é possível fazer o cadastro totalmente gratuito no site do DETRAN. Para isso, basta informar os dados pessoais e agendar o colhimento da biometria na unidade mais próxima do órgão.

Em seguida, agende os exames médico e psicotécnico. Concluída essa etapa, é chegado o momento de optar por uma autoescola que irá conduzir o curso de direção.

4 dicas básicas que ajudam na hora de escolher a melhor autoescola

Antes de “bater o martelo” em um contrato com qualquer autoescola, faça uma busca no site do DETRAN à fim de verificar se ela está regularizada.

Além disso, faça a exigência do detalhamento dos serviços inclusos no contrato. Certas autoescolas acabam cobrando taxas extras de agendamento de provas, algo que o órgão competente não exige.

Lembre-se sempre também de efetuar uma boa pesquisa em sites, com ex-alunos no intuito de verificar quaisquer reclamações acerca da prestação de serviços da empresa.

Não acredite em propagandas do tipo “garantida a aprovação” ou “não há necessidade de exames e aulas”. Isso é fraude, é crime! Caso suspeite ou presencie uma irregularidade, faça a denuncia ao DETRAN sigilosamente através do canal de contato da ouvidoria.

No fim das contas, o simulador de autoescola é bem interessante, não é? Portanto, se você acredita que este artigo poderá auxiliar outras pessoas, lembre-se de compartilhá-lo nas redes sociais.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas