Início » Leis de trânsito » RENAVAM: o que é? Qual sua importância?

RENAVAM: o que é? Qual sua importância?

O RENAVAM, ou Registro Nacional de Veículos Automotores, é o código de identificação mais importante de um veículo. Ele é mais singular e mais relevante até mesmo do que a placa do veículo. Diferentemente dela, este registro nunca será troca, sendo sempre associado àquele veículo.

No entanto, o código é muito menos conhecido do que diversos outros documentos e identificadores de veículo. Por isso, gera uma série de dúvidas e informações erradas sobre sua importância.

Entenda o que é, de fato, este código, e tire de vez vez suas dúvidas:

renavam

O que é o RENAVAM?

Como o próprio nome indica, o Registro Nacional de Veículo Automotores é um identificador único. Ele é uma espécie de carteira de identidade ou CPF de cada carro que circula no território nacional.

É a este código que são atreladas todas as informações de um veículos: emplacamentos, pagamento de taxas, acidentes, trocas de proprietários, boletins de ocorrência e etc. O RENAVAM é atribuído a um veículo assim que ele é registrado pela primeira vez.

Sua definição é uma atribuição do Detran de cada estado. Mesmo que o veículo seja transferido para outra unidade federativa, no entanto, permanecerá com o código de origem.

Onde posso saber qual o RENAVAM do meu veículo?

O código pode ser facilmente encontrado no Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo – CRLV. Está na segunda coluna da primeira linha após o nome do documento, e consiste em onze números.

RENAVAM é o número do chassis?

Muitas pessoas confundem o RENAVAM com o número do chassis, acreditando que são a mesma coisa. Na verdade, são bastante diferentes. O chassis indica uma série de informações físicas e técnicas a respeito do veículo.

Na prática, os próprios números constantes no chassis indicam origem, produção, marca, modelo e etc. Ele é uma espécie de identificador universal do que é, fisicamente, aquele veículo.

Já o RENAVAM é um identificador burocrático. É o registro frente ao Brasil do que é se trata aquele veículo. Embora ele contenha as informações dos chassis, elas fazem parte de um pacote mais amplo de dados.

O RENAVAM é trocado quando o veículo é vendido?

Não, este código nunca será modificado após ser atribuído a um veículo. Mesmo que o carro seja destruído, seu registro será mantido para fins de identificação – assim como um CPF nunca é modificado.

Quando um veículo de vendido de um proprietário para outro pode-se trocar uma série de informações, mas o RENAVAM segue constante. Mesmo que o novo proprietário troque a cidade, as placas e, até mesmo, características físicas do modelo, o número será mantido o mesmo.

É necessário utilizar o RENAVAM para fazer consultas de multas?

Por mais surpreendente que pareça, muitas processos de vendas de carro são perdidos na troca de informações. Algumas vezes, as pessoas acreditam ser necessário o RENAVAM para consultar o estado do carro frente ao Detran.

O proprietário que quer vender desconfia da situação, que pode culminar em certa hostilidade e encerrar o processo de venda.

Na prática, não é necessário do registro para fazer a consulta. Basta que o proprietário forneça a placa do veículo e o estado no qual está registrado. Isso é suficiente para descobrir se o carro possui alguma pendência. Por isso, não insista em solicitar o RENAVAM de um veículo que você está negociando!

Veja também:

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas