Início » Todos os posts » Carros » Renault Kwid 2020 tem aumento de quase R$ 1 mil, mas algumas boas novidades

Renault Kwid 2020 tem aumento de quase R$ 1 mil, mas algumas boas novidades

A linha que ficou conhecida como o “SUV dos compactos” sofreu alteração na tabela de preços, o que incluiu o modelo topo de linha, o Renault Kwid 2020. E não foi para baixo, mas para cima, encarecendo um pouco mais os veículos.

Não foi um aumento estrondoso, mas suficiente para fazer dos SUV dos compactos perder a posição de carro zero mais barato do Brasil. Posto que agora passa a ser ocupado pelo Fiat Mobi e por uma diferença de apenas 600 reais.

Com isso o Renault Kwid 2020 passa de 43.990 para 44.900 reais. Mil reais de diferença e quase 2500 em relação à versão logo abaixo. O Kwid Intense.

Vamos avaliar as qualidades e eventuais defeitos do Renault Kwid 2020 para concluir se vale a pena pagar esses 44 mil pelo modelo topo de linha do Kwid da Renault.

Está com dúvida sobre quais as diferenças entre um modelo e outro da série, se o custo benefício vale a pena? Então prossiga na leitura dos tópicos abaixo.

Renault Kwid 2020 história

Desde o anúncio e lançamento da linha Kwid da Renault o veículo vem sendo tratado como o SUV dos compactos, ao menos pelo departamento de marketing. A ideia foi trazer um carro mais enxuto, simples, mas funcional e que dessa forma se refletisse no preço final. Para alcançar um preço acessível.

Bem, e conseguiu o modelo se tornou o carro zero mais barato do mercado despertando o interesse de muitos consumidores sem disposição ou bala na agulha para fazer grande investimento em carro. Mas a verdade que tratar o Renault Kwid 2020 como um SUV é um erro, pois pelo que apresenta está mais um hatch mais alto do que o chamado utilitário esportivo.

Isso é ruim? Depende. Depende de suas pretensões. Você quer um carro barato e funcional? O Kwid entrega.

No entanto, a Renault que vendeu a ideia de SUV dos compactos, decidiu lançar uma nova versão ainda mais aventureira do estilo. O que parece não ter sentido, mas conhecendo o comportamento do consumidor brasileiro a estratégia tem grandes chances de funcionar.

Ficou claro que a linha Kwid era uma linha de carro barato e como todo carro barato não conta com luxuosidade, conta com o básico, simples. O que acaba também se refletindo no visual do veículo.

A versão mais camarada em termos de preço não conta nem com ar-condicionado, nem direção assistida. Até a função do dia/noite do retrovisor é opcional.

Mas os outros lançamentos da mesma linha apresentam pacotes mais completos incluindo o chamado “kit dignidade”. Kit que se resume a ar-condicionado, direção com assistência elétrica travas e vidros elétricos.

O Renault Kwid 2020 tem como proposta trazer um veículo mais completo e um visual melhor trabalhado.

Renault Kwid 2020

Renault Kwid 2020: novidades

Contudo, esse mais completo é bem discutível porque não difere em nada relação ao o Intense, o então topo de linha da série. As mudanças mais notáveis são em termos de estética.

A lógica provavelmente é a seguinte: as pessoas compram o carro mais barato, porque é o que tem condições de investir no momento, mas não quer deixar escancarado que dirige um SUV que na verdade nem é um SUV.

Então, passam a investir em acessórios para incrementar o visual e o desempenho do veículo, disfarçando a sua natureza modesta.

O Renault Kwid 2020 vem com a proposta de fornecer um modelo mais atraente para suprir essa possível demanda de mercado. Quer um carro mais bonitinho, mas que quase não apresente diferencial em relação aos modelos mais antigos? O Renault Kwid 2020 atenderá exatamente as suas necessidades.

Por dentro, o veículo recebeu pitadas de laranja na cabine e manopla de câmbio. Os bancos receberam tons de laranja e um tecido exclusivo.

Por fora, a novidade está nas calotas e a introdução de uma grade útil para se andar em estradas. Os espelhos externos são pintados de preto brilhante e há um rack de teto que não é funcional. Além disso, o Renault Kwid 2020 fornece plástico nas portas, diferencial considerando que os demais modelos ostentam apenas adesivos.

Em termos de acessórios, não há diferença em relação ao antigo topo de linha, o Renault Kwid Intense:

  • Direção com assistência elétrica;
  • Travas elétricas;
  • Ar-condicionado;
  • Retrovisores e vidros dianteiros elétricos;
  • Airbags (4);
  • Isofix;
  • Computador de bordo;
  • Porta-malas com abertura elétrica;
  • Central multimídia.

Neste último houve implementos relevantes. As portas USB foram migradas para o console central. E agora a tecnologia é compatível com Android Auto e Apple CarPlay. Tal configuração permite que aplicativos como o Waze sejam usados, por exemplo.

Renault Kwid 2020

Freios

Para não dizer que apenas a parte estética que sofreu mudanças significativas, a fabricante teve o mérito de ouvir as principais queixas dos consumidores que recaiam sobre o freio.

A sensibilidade desta peça vital nos modelos passados era péssima, a resposta não vinha rápido e tinha que se afundar, praticamente, o pé no freio para que ocorresse a redução de velocidade. Foi motivo até de recall para milhares de clientes que tiveram que se dirigir a uma concessionária para fazer a troca.

No Renault Kwid 2020 os freios estão com uma resposta praticamente instantânea e muito mais sensíveis. Eliminando completamente o principal problema dos modelos antigos.

Vale ou não a pena o Renault Kwid 2020?

Em comparação com o Renalut Kwid Intense, o Renault Kwid Outsider 2020 tem mudanças apenas no visual e alguns ajustes, melhorias, mas em termos de performance, de desempenho, é praticamente o mesmo.

O motor continua sendo o 1.0 12V Flex de três cilindros com entrega de 70 cavalos e o câmbio é o padrão de todos os modelos da linha: manual de cinco marchas.

Considerando que essa versão Outside é quase 2500 reais mais cara que a Intense, que apresenta os mesmos componentes, o novo Renault Kwid 2020 valerá a pena se fizer muita questão de estética. Pois em termos de desempenho e conforto a versão mais barata apresenta as mesmas qualidades.

Talvez Renault Kwid 2020 apresente ligeira melhora quanto ao desempenho do combustível que rende 10,3 km litro na cidade a base de etanol. E 10,8 km litro na estrada. Com gasolina roda 14,9 km litro na cidade e 15,6 km litro.

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas