Início » Todos os posts » Motos » Profissão motoboy: Melhores motos para trabalhar

Profissão motoboy: Melhores motos para trabalhar

Ao escolher as melhores motos para trabalhar como motoboy, alguns fatores bastante específicos devem ser priorizados. Eles garantem que você torne a atividade mais lucrativa e segura, no cotidiano, além de oferecerem um investimento acertado.

Motos para trabalhar de motoboy

Geralmente, ao buscar por uma moto para trabalhar como motoboy, espera-se agilidade aliada à economia. Especialmente em contextos urbanos, estes são dois valores que fazem toda a diferença no trabalho de um profissional da área.

Por isso separamos as melhores motos para quem trabalha ou quer trabalhar como motoboy. Confira a lista e escolha qual será o seu próximo modelo:

Honda CG 125

Se você espera por economia e agilidade simples e puras, esta é a escolha ideal. Trata-se de uma moto de baixo custo, capaz de fazer até 44 quilômetros por litro de combustível. É improvável que outro modelo ofereça um desempenho tão bom em relação à economia.

A moto é especificamente pensada para o cenário urbano, embora possa ultrapassar os 100 km/h em uma viagem curta na estrada. A carga máxima que suporta é 166 quilos, o que a torna bastante versátil.

Isso torna a CG 125 o modelo mais vendido do mercado brasileiro há trinta anos. Atualmente, a cada quatro motos vendidas no país, uma é uma CG 125. A soma de todas as características certamente a tornam uma ótima opção para quem é motoboy.

Yamaha YBR 125

A YBR 125 é o modelo lançado pela Yamaha para fazer frente à CG 125. Embora não esteja vencendo a briga nas vendas totais, desempenha com bastante qualidade a sua função. Sua autonomia costuma pontuar entre os 35 e os 40 quilômetros por litro de combustível, um pouco menos do que  a CG.

No entanto, é uma moto menos visada por roubos do que a concorrente. Por isso, se você pretende fazer seguro, é possível que o gasto com sua manutenção seja menor do que com a Honda.

Outra vantagem da YBR é a capacidade de carregar quase 200 quilogramas de carga. Isso representa mais de 30 kg acima da concorrente, o que pode ser um grande benefício, a depender da atividade executada.

Honda Bros

Para quem busca uma moto acessível, mas com capacidade de aguentar ruas em condições um pouco mais duras, a Bros pode ser uma solução. Sua autonomia gira em torno de 35 quilômetros por litro de combustível, e sua carga máxima é de 170 quilogramas.

O grande diferencial está na suspensão elevada e aros de maior diâmetro. Isso facilita bastante os trajetos menos suaves. Além disso, possui mais força de torque em baixa velocidade, embora sua velocidade máxima não seja das melhores.

Suzuki GSR 125

Para quem busca uma alternativa às Hondas e Yamahas, a GSR 125 da Suzuki pode ser a melhor opção. A mais barata entre as melhores opções para motoboys é bastante segura e apresenta bons diferenciais.

O destaque vai para sua suspensão traseira ajustável a gás, tecnologia rara nesta faixa de preço. Embora seja a opção mais econômica, na compra, sua manutenção costuma ser um pouco mais elevada do que a das concorrentes. No entanto, a procura menor dos ladrões pode torná-la a escolha de um motoboy focado em segurança.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas