Início » Carros » Novo Polo 2018: visual interessante e qualidade interna

Novo Polo 2018: visual interessante e qualidade interna

Muito defasado em relação ao modelo que circulava na Europa, o Polo brasileiro foi aposentado pela VW em 2015. No entanto, notícias sobre o Polo 2018 demonstram que sua ausência no mercado não foi definitiva.

Não que se espere ver um veículo com o nome estampado na traseira, novamente. Na verdade, a VW já confirmou que a equipe de desenvolvimento alemã está em contato direto com a equipe brasileira de engenharia do Gol.

Isso mesmo: como já noticiado por aqui, o Gol 2018 brasileiro será praticamente uma versão renomeada do Polo 2018 europeu. Ao que tudo indica, o hatch revive por aqui fazendo-se passar por outro.

A boa notícia para o mercado brasileiro é que o Polo 2018 garante que o próximo Gol seja uma carro muito superior ao atual. Com mais tecnologia e com padrões globais, o hatch deve tornar-se muito mais interessante e melhor equipado.

Saiba o que esperar do Polo 2018, vendido com este nome no mercado global:

Modelo já é visto circulando em testes

O Polo 2018 já foi visto em passeios de teste nos EUA e na Europa. Há, até mesmo, que diz ter flagrado o modelo fazendo testes pelas ruas brasileiras – informação ainda não confirmada pela fabricante. Ao que tudo indica, além de um visual interessante, o modelo aposta em qualidade interna e tecnologia que foca no conforto dos passageiros.

A informação mais difícil de ser obtida até o momento é, obviamente, o visual externo. Os modelos vistos eram todos disfarçados, em mula. Torna-se claro apenas o fato de que os aspectos gerais não mudam – o que a imprensa internacional chama de “formato supermini” típico do modelo.

Nova motorização

As possibilidades de motorização do Polo 2018 parecem não importar tanto assim para o mercado brasileiro. Por aqui, algumas boas opções da VW podem sobressair-se para o Gol em relação ao que for adotado por lá. De qualquer forma, as expectativas não são tão diferentes, com exceção das variações de combustível.

Estima-se um novo 1.0 três cilindros, aos moldes do que acontece por aqui, cogitando-se a possibilidade de duas versões com turbo, que podem chegar, na versão mais potente, a quase 120 cavalos. As versões 1.4 e 1.6, a gasolina e diesel, respectivamente, devem ser modificadas para motores 1.5, mais eficientes e potentes.

Tecnologia interna evoluída

Como já mencionado, é no interior que o Polo 2018 parece ganhar mais destaque. Muitos atribuem as melhoras à adoção da plataforma MQB, que permite uma série de avanços significativos, além de reduzir custos.

No mercado europeu, todas as versões contarão com a tela infotainment como central multimídia, e quase todas as versões contarão com Apple CarPlay e Android Auto para favorecer integração e conectividade para facilitados. Estima-se que apenas a versão de entrada não terá os sistemas de integração, embora o dispositivo venha, de série, com conexão via Bluetooth.

Estima-se que as versões melhor equipadas podem contar com uma tela sensível ao toque de 9.5 polegadas. No quesito tecnológico, isso colocaria o Polo 2018 à frente de sua concorrência, se mantiver preços equivalentes.

Nas opções mais caras, há que cogite que o Polo conte com o display digital no painel do motorista, substituindo mostradores analógicos e permitindo diversas configurações adicionais, de acordo com o gosto e preferências de navegação do usuário.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas