Início » Carros » Peugeot 2008 2017: AT6 finalmente equipará toda linha

Peugeot 2008 2017: AT6 finalmente equipará toda linha

Enquanto a Europa já presencia um facelift de meia idade para o Peugeot 2008 2017, o modelo ainda muito novo por aqui deve chegar à linha com mudanças essencialmente mecânicas. Sem muito o que ser feito em seu adequado e recente visual, o mesmo não pode ser dito a respeito do que ocorre no conjunto mecânico.

O modelo que utiliza plataforma compacta para facilidade de produção foi anunciado com um câmbio automático de quatro velocidades em alguns de seus modelos. A explicação seria, supostamente, a impossibilidade de encaixar o motor e o sistema AT6 na estrutura utilizada.

Ao que tudo indica, os ventos sopraram a favor da inspiração dos engenheiros brasileiros, e finalmente encontraram uma solução. A solução foi casualmente mostrada com o capô aberto do modelo, em um de seus passeios em torno da fábrica no Rio de Janeiro.

No motor, um curioso adesivo indicava a tão esperada mudança, que deve ser a grande novidade para o Peugeot 2008 2017. Saiba o que esperar do modelo para o ano seguinte:

Mudanças visuais da Europa não chegam ao novo mundo

Se por aqui o 2008 chegou no recente ano de 2015, os dois anos de diferença em relação à estreia europeia finalmente fazem diferença, Com o lançamento por lá tendo ocorrido no ano de 2013, a linha 2017 já exigia ao menos um cuidado básico com o visual. Especialmente, é claro, em uma categoria tão competitiva quanto a de SUVs.

Por isso, foi necessário um facelift de metade da geração. As mudanças visuais foram apresentadas em Genebra, ainda no início do ano, assim como uma nova versão mais esportiva. Mais agressivo e imponente, o novo estilo marca um posicionamento mais ativo nas linhas do modelo. Não é possível definir se essa será a tendência adotada pela Peugeot para o modelo brasileiro, quando chegar sua vez de receber retoques.

No Brasil, além da diferença de idade, o modelo conta com uma certa independência. Com produção nacional em planta fabril no estado do Rio de Janeiro, o modelo parece receber bastante atenção da equipe brasileira, que considera o modelo um potencial sucesso a ser desenvolvido.

Manutenção do motor

Embora as mudanças do Peugeot 2008 2017 sejam essencialmente mecânicas, não é exatamente no bloco do motor que elas encontram-se. Os propulsores devem ser os mesmo atuais – que serão adotados por outros modelos do catálogo, aliás.

São dois tipos distintos de 1.6: o flex 16V, capaz de oferecer 122 cavalos de potência e a estrela do Peugeot, o 1.6 THP, que conta com turbo e é capaz de desenvolver até 173 cavalos de potência.

Mas mudanças importantes na transmissão

É na transmissão, finalmente, que encontram-se as principais mudanças do modelo. No capô casualmente esquecido aberto e “flagrado” no Rio de Janeiro, uma etiqueta indicada a sigla “AT6 III” na transmissão, para não deixar absolutamente nenhum tipo de dúvidas.

Trata-se da terceira geração do conjunto automático de seis velocidades de transmissão, uma das armas fortes da montadora. Mais importante que isso, trata-se da aposentadoria do AT4, que equipava parte dos modelos anteriores que – ao contrário do irmão mais avançado – é um dos pontos mais fracos do modelo. A versão de quatro velocidades conta com tecnologia já defasada e prejudica bastante os aspectos mecânicos do 2008.

Expectativa de que mudanças melhorem o desempenho do modelo

A aposentadoria do AT4 é significativa para o Peugeot 2008 2017. Ele pode indicar uma tentativa de briga mais parelha do modelo com os mais vendidos do segmento, como o HR-V da Honda e o Jeep Renegade.

O francês apresenta cerca de 20% e 25% do total de vendas dos concorrentes mais fortes. É difícil atribuir os resultados exclusivamente à antiga indisponibilidade de um bom sistema de câmbio. A melhoria, no entanto, certamente fortalece a confiança do mercado no modelo. A tendência é que avaliações mais positivas justifiquem mais as esperanças comerciais da montadora no modelo que compete em um segmento atribulado.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...
teste