Início » Carros » Passat 2016: conheça o modelo nada conservador

Passat 2016: conheça o modelo nada conservador

Apesar de suas idas e vindas em relação ao mercado brasileiro, o Novo Passat 2016 é lançado – assim como foram suas versões passadas – com toda a pompa e a áurea icônica de luxo e requinte que um Passat tradicionalmente apresenta.

É um carro cheio de recursos e, definitivamente, novo – no sentido literal da palavra. O Passat 2016 marca não apenas o ano de seu lançamento, mas a oitava geração do carro no Brasil e traz novos conceitos tecnológicos e define-se como o veículo mais atual da Volkswagen no mercado nacional.

Confira a análise e saiba o que esperar do Passat 2016:

Mudanças sutis no exterior

novo-passat-2016

Não há dúvidas de que houve todo um cuidado com o exterior do Passat 2016. Mais requintado e delicado, com partes cromadas e uma silhueta mais baixa marcam a adaptação para a nova geração, mas não fazem muito barulho.

Os mais atentos podem nem perceber, à primeira vista, que trata-se de um modelo novo. Não deve-se criticar a montadora por isso. O veículo já trazia um visual bem resolvido, que não sofria em relação à concorrência.

Além disso, trata-se de um modelo clássico da montadora alemã, situação na qual grandes experiências visuais não são bem-vindas (a menos, é claro, que a montadora em questão seja a Ford, na última década).

A nova geração vista por dentro

novo-passat-2016-interior

Ao entrar no carro, a sensação é absolutamente a aposta àquela gerada pelas mudanças externas. O Passat 2016 é um carro absolutamente novo por dentro, que soube conciliar o conservadorismo de clássico à posição vanguardista em relação à tecnologia, a ponto de nenhum concorrente assustar o alemão.

Somam-se, em seu interior, espaço, classe e tecnologia. O modelo apresenta uma versão requintada do atual modelo de painel de ponta da VW, com uma grande tela touchscreen e é o primeiro carro da montadora a utilizar o sistema de painel de instrumentos totalmente digital, aos moldes do que a Audi já faz.

Isso quer dizer que o Passat 2016 não possui os mostradores típicos, como se fossem relógios. Eles existem e funcionam muito bem, mas são representados dentro da tela digital que existe atrás do volante, podendo apresentar uma série de outras informações, dependendo da necessidade do motorista.

novo-passat-2016-painel

Nova plataforma e motorização

novo-passat-2016-traseira

O compartilhamento de tecnologias com a Audi não se resume ao sistema de entretenimento e informação, mas à plataforma utilizada. O Passat 2016 é montado sobre a plataforma MQB, uma das grandes estrelas do conglomerado que possui VW e Audi, capaz de receber veículos de segmentos muito diferentes com adaptações muito sutis em sua estrutura flexível.

O carro ficou, na prática, pouco mais de um centímetro mais baixo e quase a mesma medida mais largo. Ao mesmo tempo, a suspensão reestruturada compensou a altura menor, evitando que o carro raspe embaixo ou trepide mais do que se esperaria em um veículo desta categoria.

O motor é um TSI 2.0, semelhante ao utilizado no Golf GTI, que é capaz de desenvolver 220 cavalos de potência, com câmbio de dupla embreagem DSG. Isso torna a oitava geração do Passat mais potente e mais econômica, passando de 7,1 segundos para 6,7 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h.

novo-passat-2016-motor

Sistema de segurança adicional

Outro sistema impressionante que pode ser adquirido com o veículo é o conjunto de sensores e freios automatizados, preparados para minimizar os danos quando o carro detecta colisões.

Na estrada, por exemplo, se os sensores indicarem para o sistema que um acidente irá ocorrer, ele rapidamente fecha os vidros, aproximam as pinças dos freios (para acelerar a frenagem, quando o motorista perceber a necessidade de agir) e gentilmente aumenta a tensão dos cintos, colocando o motorista e os passageiros mais grudados aos bancos, para evitar choques bruscos em função do cinto mal regulado.

Além disso, caso ocorra algum acidente com o acionamento de airbags, o Passat 2016 certifica-se de que o carro irá parar sozinho, mesmo que o motorista esteja desacordado, para evitar novos acidentes em função de o evitar estar eventualmente descoordenado.

passat-2016

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas