Início » Carros » Fiorino 2017: modelo de cara nova na Europa

Fiorino 2017: modelo de cara nova na Europa

A Fiorino 2017 não é o lançamento mais esperado do ano e nem o foco do marketing da Fiat ao redor do mundo, mas é necessário considerar o espaço que o modelo soube manter, aceitando suas funcionalidades e seus limites e, com isso, definindo-se um carro de trabalho interessante e capaz de cumprir o que é exigido.

Na Europa, alguns flagras enxergaram uma Fiorino 2017 totalmente reformulada, com um visual bastante diferente do que apresentava até então e um conceito assumido de veículo de cargas urbanas, capaz de oferecer um bom volume interno sem perder a agilidade exigida dentro da cidade.

Confira o que foi observado pela imprensa internacional e o que esperar da Fiorino 2017, tanto nos modelos de lá, quanto no daqui, caso acompanhe as novidades:

Lançamento não confirmado no Brasil

fiat-fiorino-2017-frente

É necessário que algo seja estabelecido: na Europa, veículos puramente funcionais para algumas finalidades específicas – como é o caso da Fiorino – são comuns, e apresentam certa competitividade entre si.

Por lá, Citröen, Peugeot e Fiat competem na categoria que – embora não faça muito barulho – apresenta algumas opções, o que exige que os modelos recebam inovações se não quiserem ser totalmente esquecidos.

No Brasil, o mercado não costuma favorecer este tipo de modelo. Preços elevados e opções mais interessantes para o transporte urbano de cargas volumosas tomam o mercado, deixando o “furgãozinho” da Fiat à disposição de quem precisar especificamente dele.

Isto faz com que a chegada da nova versão da Fiorino 2017 no Brasil seja bastante improvável, considerando a relação custo-benefício de se lançar um modelo atualizado e seu espaço no mercado.

A marca também não anunciou nenhum tipo de modificação oficial, o que indica que o modelo provavelmente continuará o mesmo no mercado brasileiro com prazo indefinido.

Reestilização na Europa

fiorino-2017

Na Europa – mais especificamente na Suécia – a Fiorino 2017, que por lá é chamada de Fiorino Qubo, já foi anunciado apresentado e, até mesmo, prometido em uma versão nova, em modelo variant.

A maior mudança está na dianteira e na suavização dos ângulos – especialmente os laterais. A ideia é de que o modelo ganha mais volume, embora tenha dimensões muito semelhantes às atuais.

A grade frontal é colocada bem próxima ao chão, enquanto os faróis são alocados acima dela, em uma seção quase separada, ao lado do capô. A relação capô-para-choques, aliás, é a mais curiosa no visual da Fiorino 2017.

O capô, onde o símbolo da Fiat é posicionado, e os faróis distribuem-se em uma espécie de recuo em relação ao para-choque. Há uma distância física que ocorre tanto no eixo vertical quanto na profundidade da dianteira do carro, o que dá um aspecto interessante e singular para o veículo.

fiat-fiorino-2017-lateral

Jeito de Doblô?

Há algo que não pode ser deixado de lado. A Fiorino 2017 é um veículo volumoso, mas baixo, com um visual quase cúbico. A traseira totalmente reta com lanternas laterais verticalizadas deixam bastante claro que o visual do novo carro é totalmente inspirado no Fiat Doblô (seria muita coincidência se a mesma montadora fizesse isso sem querer, afinal de contas).

O resultado prático disso? Ainda não se pode dizer. O que é certo é que a Fiorino 2017 precisava de mudanças e o novo visual europeu pode ser o próximo passo da versão brasileira.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas