Início » Leis de trânsito » Mudanças na CNH em 2017: Saiba quais são as modificações

Mudanças na CNH em 2017: Saiba quais são as modificações

A partir de 2017, o visual da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será alterado em todo o território nacional, e as mudanças na CNH serão significativas. O Conselho Nacional de Trânsito (Cotran) desenvolveu diversas mudanças no visual da CNH com objetivo de evitar ainda mais falsificações do documento e facilitar o controle pelos agentes fiscais.

As mudanças na CNH alteram não apenas o design do documento, mas incluem alterações de segurança para diminuir o número de falsificações realizadas no país. Confira aqui as alterações realizadas e as orientações para os motoristas.

Alterações

A partir de uma resolução publicada em maio de 2017, diversas alterações foram criadas pelo Cotran na CNH e que devem ser aplicadas por todos os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detran). O prazo final para a adaptação de todos os Detran no país encerra em 31 de dezembro de 2016.

Muitas das mudanças na CNH podem inclusive passar despercebidas pelo motorista à primeira vista, mas todas são essenciais para aprimorar a fiscalização e segurança do documento. As principais alterações realizadas foram:

 

  • Na parte de cima, brasões da República em calcografia incluídos na CNH só poderão ser conferidos com luz negra;
  • Também na parte de cima, inclusão do mapa do estado brasileiro responsável pela emissão da CNH;
  • Ainda na parte de cima, troca da cor azul esverdeado na tarja do documento atual pela cor preta;
  • Do lado esquerdo, a tinta do mapa do Brasil é alterada para uma tinta de alta segurança com variação óptica;
  • Na parte de baixo, a sigla CNH será incluída repetidamente de forma holográfica;
  • Uso de três números de identificação: Registro Nacional, Número do Espelho da CNH e Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach);
  • Inclusão de um código numérico individual em cada CNH que será conferido pelo agente de trânsito;
  • A tinta do fundo do documento passará a ter um tom mais amarelado;
  • Uso de um papel de segurança especial para impressão da CNH e com marca d’agua DENATRAN e bandeira do Brasil;
  • Elementos incluídos no fundo da CNH só poderão ser conferidos com luz ultravioleta;
  • Inclusão de diversos mecanismos em microletras;
  • Outros elementos em relevo e microimpressão;

É possível observar que todas as alterações desenvolvidas buscam reduzir as possibilidades de falsificação e dificultar o trabalho de quem tenta falsificar o documento.

Orientações

É importante saber que as mudanças na CNH só começam a ser implantadas a partir de 02 de janeiro de 2017 e apenas nas CNH novas. Isso significa que apenas quem receber o documento em 2017 ou renová-lo a partir dessa data receberá a CNH com as novas mudanças.

Quem já possui a CNH dentro do prazo de validade não precisa solicitar uma nova. O antigo modelo utilizado seguirá possuindo validade em todo território nacional.

Além disso, é importante saber que nenhuma alteração nos procedimentos de solicitação do documento ou renovação foi implantada pelo Cotran. As mudanças na CNH ocorreram apenas no visual.

Também é importante saber que a proibição de plastificar o documento permanece. Essa medida auxilia os agentes de trânsito na observação e conferência das ferramentas de segurança implantadas no documento.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas