Início » Carros » Nissan Versa 2018: Poucas novidades para o sedã

Nissan Versa 2018: Poucas novidades para o sedã

Vendido no mercado brasileiro desde 2012, o Versa passou da importação mexicana para a fabricação nacional, em 2015. O Versa 2018 chegará ao mercado com a missão de aumentar suas vendas em um segmento bastante competitivo. A aposta é que o modelo nacional seja capaz de oferecer um veículo suficientemente competitivo para obter uma boa parcela do mercado.

O Nissan Versa 2018 certamente não é o modelo mais badalado da linha japonesa, e a maior parte das atenções do mercado não estarão voltadas para ele. Isso não é necessariamente ruim: sem grandes pressões por mudanças, a montadora pode dar atenção a otimizar sua participação no mercado para que possa concorrer com os líderes da sua categoria.

O sedã compacto é conhecido por seu bom desempenho, especialmente no que diz respeito ao consumo. Ele é, aliás, o sedã compacto mais econômico do mercado, e a intenção do Versa 2018 é chegar com as mesmas características, mas aproveitando-se de seus pontos positivos para gerar mais vendas, competindo com concorrentes fortes.

Mesmo com sua boa avaliação e com um aumento considerável mas vendas, dada a realidade do mercado, o Versa não consegue a liderança de seu segmento. É justamente neste cenário que a Nissan parece ter encontrado uma estratégia interessante: focar-se na divulgação de pontos positivos.

Saiba o que esperar do Versa 2018, e como o sedã compacto chegará ao mercado nacional:

Foco estará na estratégia

Dados os lançamentos atuais da Nissan, incluindo o Kicks e a nova geração da Frontier, é bastante improvável que o Versa 2018 chegue com novidades significativas. Na verdade, praticamente nada de novo é esperado para o modelo em aspectos físicos.

Há, no entanto, um conhecido esforço estratégico. Recém saído de rumores de que seria descontinuado, o Versa 2018 deve chegar com uma estratégia mais agressiva ao mercado. Um ajuste pequeno nos preços o torna mais competitivo, e seus pontos fortes parecem encaixar-se adequadamente em um mercado onde economia é a palavra de ordem.

Motores e acabamentos são mantidos

No que diz respeito a seus aspectos físicos, o Versa 2018 deve ser praticamente igual ao modelo atual. Isso está longe de ser ruim: tanto o motor 1.0 quanto o 1.6 são considerados excelentes, e a combinação com as opções de câmbio os torna bastante econômicos.

O acabamento interno também será uma constante. Embora não tenha nada excepcional, é adequado para o segmento, e a típica sobriedade da Nissan previne o modelo de cometer erros típicos da categoria.

Modelo deve contar com mais itens internos

Se os principais aspectos físicos não mudam, algumas opções eletrônicas podem ser melhoradas para o Versa 2018. Trata-se justamente de oferecer o bastante para participar do mercado sem abrir mão de seus pontos mais fortes.

Um novo sistema de som e multimídia será utilizado no modelo, capaz de ser integrado com smartphones. A central utilizará um sistema próprio da Nissan que já contém aplicativos de mapas e navegação instalados.

Além disso, o volante conta mais ajustes e o ar condicionado passa a ser digital, oferecendo o conforto tipicamente esperado de um bom sedã.

Novos preços chegam, mas menos caros do que a concorrência

Embora o Nissan Versa 2018 não traga muitas novidades significativas, o modelo muito provavelmente passará por um reajuste de preços. A justificativa está simplesmente no mercado, em função da inflação e da necessidade de atualização com os itens que possivelmente serão adotados.

A vantagem para os interessados é que a atualização nos valores não será tão alta quanto aquela que a concorrência possivelmente passará. Isso significa que o Versa 2018, apesar do aumento, torna-se mais competitivo e interessante para o mercado. Bem avaliado em praticamente todos os seus aspectos mecânicos pela imprensa, isso dá novo fôlego para o modelo, restando observar qual será a reação do mercado frente à situação.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas