Início » Carros » Nissan Frontier 2018: Nova geração chega em breve

Nissan Frontier 2018: Nova geração chega em breve

A picape média da Nissan passará por uma mudança significativa em 2017, e a Frontier 2018 já chega, oficialmente, como a nova geração de um dos veículos mais queridos do segmento. O modelo foi apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo com a missão de ser lançado como linha completa assim que a produção for movida para a Argentina.

Trata-se da mesma versão que circula no mercado argentino, e será importado diretamente do México no início do ciclo, apenas na versão topo de linha. Até a chegada, o modelo nacional, da geração anterior, continua sendo produzido em São José dos Pinhais e vendido por aqui, nas versões um pouco mais simples.

Em outras palavras, é bastante provável que até a oficialização da Frontier 2018 de nova geração como o único modelo em circulação, haja dois modelos diferentes – vendidos de acordo com suas versões – no mercado brasileiro.

Saiba o que esperar da Frontier 2018, e quais são as principais questões relacionadas à sua chegada em etapas, no mercado nacional:

Nova geração depende da produção na Argentina

Atualmente, a picape da Nissan é produzida no Brasil, na planta do Paraná. É confirmada, no entanto, a intenção de transferir a produção da Frontier 2018 para as fábricas argentinas, para combinar o processo à produção de montadoras parceiras, como Renault e Mercedes, que também lançam suas picapes em breve.

O problema é que ainda falta um ano para que a produção das picapes por lá cheguem a um ritmo comercialmente ideal. Por isso, é necessário importar do México durante o primeiro ano. O foco é importar apenas a versão topo de linha, por enquanto, enquanto as versões mais simples ainda são vendidas com produção nacional, na geração anterior.

A expectativa é de que a Frontier 2018 já seja totalmente produzida na Argentina, aposentando de vez os modelos daqui e acabando com a importação direta do México.

Mudanças visuais acompanham o modelo

Visualmente, a nova geração da Frontier apresenta algumas mudanças – especialmente na dianteira. A décima segunda geração da picape adota uma grade mais semelhante à identidade visual da marca, além de tomar algumas escolhas que a tornam mais sofisticada, como luzes diurnas feita em LED.

O modelo que chegará por aqui também conta com nova plataforma, combinada com suspensão multilink para favorecer os trabalhos mais extremos.

Disponível apenas no topo de linha

A versão da Frontier 2018 que chega por aqui na primeira etapa, como já mencionado, será apenas a topo de linha, LE. O modelo que chega do México conta com nova motorização e conjunto mecânico. O motor torna-se um turbodiesel de 2.5 litros, capaz de entregar até 190 cavalos de potência e quase 46 kgfm de torque. O motor sempre será combinado com um câmbio automático de sete velocidades, e tração sempre integral.

Em comparação ao topo de linha atual, que produz os mesmo 190 cavalos, as melhorias mais perceptíveis estão no consumo. O nome modelo é cerca de 11% mais eficiente em relação  ao combustível consumido. Trata-se de um avanço significativo – especialmente em um segmento tão pesado quanto o das picapes médias.

Planta argentina produzirá mais picapes

Um dos motivos da mudanças sobre o local de produção da nova geração da picape está na parceria entre Renault e Nissan. Embora o Brasil já conte com uma fábrica que produz a Frontier em São José dos Pinhais, uma nova fábrica na Argentina deve unificar a produção de picapes da aliança.

A nova planta de produção, que custou mais de meio bilhão de dólares, deve ter estrutura para produzir não apenas a Frontier 2018, mas também a Renault Alaskan e a picape da Mercedes Benz, de nome ainda não totalmente definido.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...
teste