Início » Todos os posts » Motos » Top 5: Motos mais econômicas do Brasil

Top 5: Motos mais econômicas do Brasil

Para quem precisa de agilidade, praticidade e custo baixo no transporte urbano, escolher uma das motos mais econômicas do Brasil pode ser uma ótima solução. Elas possuem custo baixo, e uma autonomia muito boa com combustível – podendo chegar a até quatro vezes mais quilômetros rodados por litro.

As motos mais econômicas do Brasil também costumam ser mais compactas, facilitando a circulação urbana, com forte trânsito e congestionamentos. É importante ter em mente, no entanto, que escolher uma moto econômica geralmente significa abrir mão de uma grande potência e de grandes confortos para pilotar.

Veja também – Honda ou Yamaha? Qual é melhor?

Algumas das motos mais econômicas do Brasil possuem, inclusive, o modelo de motoneta – o que é um fator a se considerar, dependendo da sua estatura, ou de sua preferência para pilotar uma motocicleta.

Confira quais são as motos mais econômicas do Brasil:

Honda Biz

A Honda Biz é uma moto tipicamente urbana, e cumpre o seu propósito entre as motos mais econômicas do Brasil. Tecnicamente, ela é uma motoneta, o que significa que o pilota vai sentado, ao invés de montado, e pode apresentar problemas de conforto para pessoas muito grandes.

Honda Biz 125 2016

Lançada em 1998, a Biz tinha o propósito de locomover entregadores de jornal japoneses a um baixo custo – sentados, os entregadores poderiam jogar o jornal sem se desequilibrar, ou precisar parar a moto. A estratégia deu certo: além de ser uma das mais vendidas do Brasil, ela pode fazer uma média de 40 km/l sem grandes dificuldades.

Honda CG

A Honda CG é um dos modelos populares mais clássicos do país, e regula custo baixo e economia. Vendida na Brasil desde a década de 1970 – e entre as primeiras posições de venda desde então –  ela apresenta um dos melhores custos benefícios.

Honda CG 150

O manual indica uma média esperada de 35 km/l em autonomia, mas há uma série de registros jornalísticos que apontam um desempenho superior a 45 km/l.

Suzuki Yes 125

A Suzuki Yes 125 está entre as motos de 125 cilindradas mais baratas do país. Ela é, também, uma das mais ágeis em ambiente urbano, por ser uma das mais compactas. Em circulação desde 2005, seu desempenho costuma fazer uma média muito boa de 40 km por litro de combustível.

Suzuki Yes 125

Veja também – Modificação de motos: O que pode e o que não pode?

Yamaha XTZ 125

A XTZ 125 da Yamaha é o modelo com personalidade mais marcante da lista das motos mais econômicas do Brasil. Diferentemente das outras, com conceito essencialmente urbano, a XTZ tem todo o visual de uma off-road.

Yamaha XTZ 125

Quem gosta do estilo não terá prejuízos com combustível na cidade: ela também é compacta, e seu desempenho com combustível é de 35 km/l.

Yamaha YBR 125

Uma das mais vendidas do país, a YBR 125 é um dos principais modelos da Yamaha, e muito apreciada por quem precisa trabalhar diariamente com motocicletas. Além de ser econômica e possuir um custo baixo de compra, a YBR apresenta um visual um pouco mais robusto robusto e esportivo do que outros modelos populares, sem perder a agilidade urbana – atividade para a qual ela foi desenvolvida.

Yamaha YBR 125

Sua autonomia com combustível é, em média, 33 km/l, o que ainda a coloca entre as motos mais econômicas do Brasil.

10 Comentários

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas