Início » Todos os posts » Carros » Mitsubishi L200 Triton Sport 2019 enxuga sua linha

Mitsubishi L200 Triton Sport 2019 enxuga sua linha

Prestes a completar 20 anos de produção no Brasil, a picape Mitsubishi L200 Triton Sport 2019 chega à linha do próximo ano com poucas mudanças e um enxugamento de opções. Saindo de cena os modelos Savana e Outdoor, permanece a Triton Sport 2019, em cinco versões.

Saiba quais são as adaptações da Mitsubishi L200 Triton Sport 2019 para o próximo ano, e o que esperar para o modelo:

Mitsubishi-L200-Triton-Sport-2019

Atualizações tecnológicas buscam agradar usuário

A maior novidade desse carro é a central multimídia compatível com Android Auto e Apple CarPlay. A tela não mudou de tamanho, continuando com suas sete polegadas, mas o sistema é novo. O pacote mais completo que já vem com o sistema associado a aplicativos como o Waze e o Spotify, além de navegador por GPS é a mais completa. Além disso, apenas ela recebeu as novas rodas 17 polegadas.

Outra diferença estética está na grade. São três formatos: as duas versões intermediárias mantiveram o estilo do modelo anterior, enquanto nos dois modelos de entrada as laterais estão mais verticalizadas, sem pintura especial. Todas as versões contam com faróis escurecidos.

Mecânica continua o grande destaque da L200 Triton Sport 2019

A L200 Triton Sport 2019 é produzida apenas com cabine dupla, tração 4×4 e motor 2.4 turbo diesel, de 190 cavalos. Sua suspensão do modelo topo de linha foi recalibrada para preservar o conforto mesmo com as rodas maiores, enquanto as demais mantiveram todas suas configurações mecânicas. Isso permite que o modelo continue sendo um grande destaque para uso em asfalto e off-road de forma completa.

Mitsubishi-L200-Triton-Sport-2019-traseira

O seletor giratório de tração tem quatro posições, de fácil manuseio: 4×2, 4×4, 4×4 com bloqueio do diferencial e 4×4 reduzida. Em relação à concorrência, o motor 2.4 de alumínio tem potência abaixo de modelos como Ford Ranger e Chevrolet S10, mas acima da líder de mercado, Toyota Hilux com decentes 177 cavalos. O Torque de 43,9 kmfg também está abaixo da Ranger com 47,1 kmfg e Hilux 45,9 mkgf.

Na prática, a força menor é compensada pelo fato de a L 200 ser mais leve que as concorrentes. Como exemplo, enquanto a Hilux pesa 2.090 quilos e a S10 pesa em média 2100 quilos, a pick-up da Mitsubishi Tem 1950 quilos. O câmbio automático tem cinco marchas, uma a menos do que a maioria das concorrentes.

Consumo mais baixo pode ser diferencial

Embora seja menos potente que as principais concorrentes, a L200 Triton Sport 2019 é a mais econômica. De acordo com os dados do Inmetro, ela é a única com nota A na categoria. Os dados oficiais apontam para a média urbana de 9,9 km por litro e rodoviária de 11,8 km por litro.

Tamanho reduzido continua sendo polêmica do modelo

Outro ponto positivo da picape produzida em Catalão, em Goiás, desde outubro de 1998 é o bom diâmetro de giro – o melhor da categoria, segundo a fabricante, graças à reduzida distância entre os eixos. Como comparação, a S10 e a Amarok Tem 3,1 m. Isso facilita as manobras de estacionamento, especialmente na cidade.

Mitsubishi-L200-Triton-Sport-2019-interior

O eixo traseiro mais perto da cabine poderia comprometer o espaço no banco de trás, mas da Mitsubishi contornou o problema criando um desenho que ela batizou de linha J. Trata-se de uma curva em forma de J que tira um pedaço da parte inferior da cabine apenas nas extremidades, sem comprometer o espaço externo

Deve-se considerar ainda que a Mitsubishi contém uma garantia de três anos, e o intervalo entre as revisões é de seis meses. De acordo com a Mitsubishi, o intervalo reduzido justifica-se pelo fato de que, na média, as picapes rodam bem mais que automóveis de passeio.

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas