Início » Carros » Mercedes-Benz Classe X 2018: Picape conceito reúne luxo e aventura

Mercedes-Benz Classe X 2018: Picape conceito reúne luxo e aventura

Apresentado recentemente na Suécia, o Mercedes-Benz Classe X 2018 é o novo carro/promessa da montadora alemã para os anos que segue, incluindo o mercado brasileiro. Há alguns anos a montadora já havia demonstrado profundo interesse em participar do mercado de picapes intermediárias.

Segundo declarações sincronizadas dos executivos da marca, a falta de uma picape gerava um vazio na linha. Clientes recorrentes que acostumaram-se com o luxo da alemã mas precisavam de uma picape eram, assim, obrigados a recorrerem a outras montadoras.

Saiba tudo sobre a Mercedes-Benz Classe X 2018, a primeira picape intermediária produzida por uma marca de luxo:

Apresentação sueca

O ano de 2015 marca o primeiro anúncio da montadora alemã em que se encontra o desejo de produção de uma picape. Na época, os esboços de um novo modelo chamaram bastante atenção, e há quem diga que outras montadoras passaram a movimentar-se para desenvolver sua própria picape o quanto antes.

Foi apenas em outubro deste ano, no entanto, que algo sólido foi apresentado. É o que já chamam, na imprensa, de Mercedes-Benz Classe X, muito embora tenha sido apresentado como um conceito.

Apresentados em Estocolmo, dois modelos de versões diferentes foram mostrados. Uma versão mais urbana e luxuosa, e outra claramente mais robusta, voltada para uma experiência mais off-road.

Mercedes Benz Classe X 2018: Versões
VersõesMercedes Benz Classe X 2018: Versões Powerful Adventurer (Esquerda) e Stylish Explorer (Direita)

Ainda longe de ser um veículo de rua

Muitos veículos de comunicação parecem recusar-se a admitir algo muito claro na apresentação feita na Suécia. A verdade, no entanto, não pode ser omitida. Não foram apresentados dois veículos de rua, mas dois conceitos.

Era isso, aliás, que estava escrito nos painéis em torno dos veículos: Concept X (Conceito X, em português). A distinção pode parecer preciosismo, mas fato é que existe uma enorme diferença entre um conceito e o que chega às ruas. Vale definir que todas as informações recebidas pelos leitores são baseadas no conceito, e que pode haver grandes diferenças entre ele e o carro que vier a ser produzido em território argentino.

Soluções visuais interessantes

Visualmente, o Mercedes-Benz Classe X apresentado no evento é muito interessante. Não há dúvidas de que se trata de um veículo robusto – isso é indiscutível. Há, no entanto, algumas escolhas que parecem só poder ser tomadas por uma fabricante deste porte.

São linhas mais elegantes, que geralmente não seriam bem aceitas no mercado de picapes. O modelo repensa alguns dos conceitos mais básicos sobre picapes que adotamos como fixos. É possível, por exemplo, oferecer delicadeza em faróis mais contidos, em vez de colocar um enorme farol para demonstrar robustez.

Destaque especial deve ser dada para a versão stylish e sua traseira. Nada de espaços para as lanternas. As marcações e demonstrações de frenagem são demonstradas no contorno da tampa da caçamba, que conta com um fino retângulo de LED em seu entorno.

Marcada pela alta aventura ou pelo luxo

Foram apresentadas basicamente duas versões do conceito da Mercedes-Benz Classe X 2018. A Stylish Explorer e a Powerful Adventurer. A primeira segue uma espécie de modelo padrão, com escolhas mais sofisticadas e visual um pouco mais urbano e familiar. A segunda, por sua vez, é uma picape mais robusta, com assinatura off-road e uma série de características que demonstram tratar-se de um modelo voltado para rodar fora das estradas.

Produção argentina, utiliza-se de parcerias

Ao que tudo indica, a Mercedes-Benz Classe X 2018 chegará ao Brasil através da produção na Argentina. A Argentina ainda é um mercado prioritário em relação a picapes do que o Brasil. Por lá, o segmento representa cerca de 10% do mercado – o dobro do que por aqui.

Para desenvolver o veículo, a Mercedes contou com sua recente parceria com o grupo Renault-Nissan. É desta parceria, aliás, que recebe a estrutura do veículo – a mesma do Frontier da Nissan, e da futura picape Renault, a Alaskan.

Como é de se esperar, no entanto, a ideia é que o Mercedes-Benz Classe X 2018 seja uma espécie de “primo rico”. Melhor acabada, mais tecnológica e, por óbvio, mais sofisticada.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas