Início » Carros » Mercedes-Benz Classe A 2019: novos motores e campanhas

Mercedes-Benz Classe A 2019: novos motores e campanhas

A nova geração de Mercedes-Benz Classe A, estimada para o ano de 2019, já começa a revelar suas primeiras características. Obviamente, ainda é muito cedo para definir todo o comportamento da montadora para os próximos anos, mas tudo indica que as parcerias entre alianças de montadoras seguirão tendo um claro fortalecimento.

Embora ainda não se saiba exatamente qual a decisão da Mercedes, já é razoavelmente seguro afirmar que a montadora contará com propulsores vindo diretamente do grupo Renault-Nissan para os Mercedes-Benz Classe A 2019.

É isso que afirma, ao menos, a revista especializada Autocar, do Reino Unido. Segundo as informações da revista, todos os motores da gama serão originados pela paceira global do grupo.

Entenda como funcionará essa mudança, e o que já se especula a respeito da gama Mercedes Classe A 2019:

Informações ainda são restritas, mas significativas

Não é de se esperar que as principais informações a respeito de uma gama inteira de modelos da Mercedes sejam reveladas mais um ano e meio antes do anúncio oficial da geração. Fontes internas afirmaram, no entanto, que dois motores vindos da Renault-Nissan já são praticamente confirmados.

Seriam dois motores produzidos em parceria – um de 1.2 litros e outro de 1.4 litros. Segundo o que se especula, a parceria entre as alianças permitiria que as fabricantes contassem com motores muito mais modernos, econômicos, pouco poluentes e, sobretudo, a um custo muito mais baixo para as montadoras, uma vez que o custo de desenvolvimento e produção seria diluído.

Mudança seria significativa para a família

É necessário considerar que essa decisão, se verdadeira, não diz respeito apenas aos custos das montadoras. Optar por um motor 1.2 em algum Classe A é inédito. Nos dias atuais, o menor bloco oferecido na linha é um motor 1.6, o que mostra a diferença significativa na linha de montagem.

Isso é especialmente curioso quando todas as mudanças previstas na linhagem são modelos maiores, e não menores. Certamente, a decisão gera curiosidade a respeito de quais motores serão produzidos por lá.

Linha deve crescer

Embora ainda não haja um confirmação plena da montadora, fala-se que a família deve crescer na Mercedes. Especula-se, a respeito de um novo sedã, um novo SUV e um novo conversível devem nascer na montadora.

Não é possível afirmar se algum deles fará parte do Classe A 2019, mas não seria nada impossível receber essa informação, especialmente tratando-se do novo sedã.

Primeiros teasers do Mercedes Classe A 2019 já foram lançados

Talvez o mais surpreendente em relação aos anúncios do Mercedes Classe A 2019 não seja  não seja exatamente nas possibilidades de motorização, mas na própria mídia escolhida pela montadora. Diferentemente de tudo com o que estamos acostumados, a montadora alemã optou por divulgar de um modelo camuflado dentro do LinkedIn, uma rede social profissional, raramente foco das campanhas de marketing de lançamentos globais.

Mercedes-Benz Classe A 2019

O próprio presidente da Daimler AG divulgou as fotos, com algumas declarações. O executivo tratou a respeito da possibilidade de desenvolvimento de uma condução autônoma em um futuro breve, e da expansão na linha de compactos da Mercedes Benz. Nenhuma menção às mudanças de motorização foi feita.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas