Início » Carros » Kia Rio 2017: Análise, motorização, preço e fotos

Kia Rio 2017: Análise, motorização, preço e fotos

Prometido para 2016 e atrasado em sua chegada, o Kia Rio 2017 deve ser o modelo de estreia do carro no Brasil. Com quase um milhão de vendas mundo afora, o veículo deve chegar já em versões hatch e sedã, em sua quarta geração.

Ao que tudo indica, a Kia Rio 2017 já chega com as características de sua versão mais atual, com expectativa de entrar com força na briga. Sua estreia aconteceu recentemente, no Salão de Paris, e os atrasos anteriores ainda preocupam executivos da Kia no Brasil.

Saiba tudo sobre este lançamento, e as principais informações a respeito da chegada do Kia Rio por aqui.

Atrasos e novo ano de inauguração

A atraso do Kia Rio é, provavelmente, o maior erro de timing de 2016. Com este nome, a marca apostava que o modelo chegaria do México antes do jogos olímpicos, e poderia aproveitar-se do evento para uma consolidação rápida no mercado. Possivelmente, havia a expectativa de associação do modelo com o evento.

No entanto, mudanças políticas que atrasaram investimentos na planta mexicana não permitiram que o veículo fosse produzido para o Brasil em tempo hábil. Passaram-se os jogos, e o Kia Rio 2017 deve chegar apenas no ano que o nomeia.

Visual mais moderno

A boa notícia de seu atraso, é que a versão que chega por aqui deve ser mais atualizada. Torna-se mais europeu, com linhas esportivas e carroceria mais baixa. Suas novas linhas apresentam maior agressividade, reforçada pelos faróis de LED.

Por dentro, o console central aposta na tela sensível ao toque como seu principal dispositivo, com alguns comandos por perto. Isso o torna mais atrativo para fazer frente aos concorrentes, que já contam com uma boa aparelhagem, de forma geral.

Considerando que entra em um mercado competitivo, as mudanças são muito bem vindas e certamente farão diferença na impressão inicial do modelo, por aqui.

Desempenho e possíveis motorizações

Embora as questões relacionadas à motorização não tenham sido totalmente confirmadas pela fabricante, é possível especular-se sobre o que moverá o Kia Rio 2017. Na Europa, fala-se sobre a adoção de motores Hyundai, o que significaria versões 1.1, 1.4 e, possivelmente, um 1.0 três cilindros.

Por aqui, a especulação é ainda mais complicada, considerando a menor articulação da Kia. Há quem aposte em uma opção 1.0 de três cilindros e turbo, considerando a tomada de decisão parecida para o Ford Fiesta, seu concorrente direto.

Não se sabe, no entanto, se a Kia conseguiria articular este tipo de opção para o mercado brasileiro. Considerando suas dificuldades de produção ao longo de 2016, movimentos ousados não parecem fazer parte da área de conforto da montadora, atualmente.

Preços ainda não divulgados, categoria definida

O lançamento do Kia Rio 2017 deixa clara a intenção da montadora coreana no Brasil. Com bom desempenho na Europa, a ideia é tomar uma parcela de participar no mercado de entrada. Com produção no México, seu custo de importação o tornará mais competitivo, dados os acordos em relação a compra de veículos de lá.

Considerando seu posicionamento no mercado europeu, o modelo não deve chegar para competir com o HB20. Na prática, ele deve fazer frente ao Ford Fiesta e ao Peugeot 208, que apresentam ótimo desempenho de mercado. Resta saber se o novo coreano assustará a concorrência.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas