Início » Carros » Kia Optima 2017 chega sem novidades

Kia Optima 2017 chega sem novidades

Sem grandes novidades em relação ao modelo do ano passado, o Kia Optima 2017 mantém o bom conjunto de qualidades apresentados em 2016. No ano passado, quando foi apresentado no Salão do Automóvel de Nova York, o modelo foi verdadeiramente chamativo ao declarar uma série de mudanças e um posicionamento muito mais interessante para o mercado.

Para o Kia Optima 2017, resta consolidar estas mudanças. No mercado brasileiro, em especial, o modelo chega com versões mais fechadas e sem grandes ousadias. Parte disso ocorre em função do desempenho da Kia em modelos não SUV, o que acaba retirando o Optima dos holofotes do mercado.

De qualquer forma, o Kia Optima 2017 herda parte das boas novidades anunciadas por lá, enquanto mantém a maior parte de suas características por aqui, em um ritmo bem menos agressivo do que nos mercados europeu e norte-americano.

Saiba o que esperar do Kia Optima 2017, e quais as perspectivas para o modelo:

Concorrência pesada para o modelo

Não é difícil imaginar os motivos pelos quais o Kia Optima 2017 recebe pouco esforço ativo da montadora para ganhar espaço no Brasil. Poucas marcas estão em condições de fazer frente ao destaque obtido por modelos como o Ford Fusion ou o Hyundai Sonata no mercado.

Até mesmo os diferenciais do modelo fora do Brasil já fazem parte, por exemplo, das opções do Fusion, como a versão híbrida. Isso dificulta significativamente a elaboração de uma estratégia que garanta competitividade.

Kia Optima 2017

Isso não quer dizer que o comprador interessado no segmento não deva dar atenção ao Optima. O modelo conta com algumas características muito interessantes. Seu design é elegante, muito bem resolvido dentro do estilo tiger nose da marca. Seus equipamentos também não deixam nada a desejar, e as modificações o tornaram bastante atual.

Motorização adequada para o Brasil

Sem exageros grandiosos, o Kia Optima 2017 oferece uma boa motorização, mais do que suficiente para o seu tamanho. As opções são duas: um quatro cilindros 2.4, capaz de oferecer até 185 cavalos de potência, ou um 2.0 turbo.

Kia Optima 2017 interior

Mais potente, o 2.0 turbo é capaz de entregar generosos 247 cavalos de potência, o que torna o modelo bastante ágil. Fala-se, ainda, no 1.6 igual ao utilizado pela versão 1.6 do Sonata, da prima coreana. Este bloco menor utilizaria um sistema de câmbio de sete velocidades, tornando-o bastante responsivo.

No fim das contas, após os anúncios, o modelo que chegou ao mercado brasileiro não corresponde a nenhuma das ofertas globais. Trata-se de um 2.0 aspirado, capaz de oferecer 165 cavalos de potência, sem chamar a atenção.

Interior sem novidades

Por dentro, nada de novo no Kia Optima 2017. Isso serve tanto para os pontos positivos, quanto para o negativos. Chama a atenção o requinte do modelo. Bancos de couro com bom acabamento e costuras, qualidade no material e um estilo clássico dão ar sofisticado ao modelo, por dentro.

Kia Optima 2017 traseira

Contrastando com a sofisticação, a falta de itens avançados de entretenimento é um ponto negativo. A catálogo do modelo, por exemplo, nem mesmo menciona telas ou grandes centrais, apenas declarando haver comandos do sistema no volante. Trata-se de um reflexo da clara desesperança da marca em seu próprio modelo, o que acaba por prejudicar investimentos e desenvolvimento do sedã por aqui.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas