Início » Carros » Jeep Cherokee 2018: Modelo chega mais atual

Jeep Cherokee 2018: Modelo chega mais atual

O Jeep Cherokee 2018 deve receber algumas mudanças para tornar-se mais atrativa para o segmento das SUVs. Tradicional na categoria, o modelo manteve seu apelo típico durante anos, parecendo razoavelmente menos preocupado do que a concorrência em agradar a nova proposta de SUV que surge no mercado.

Ao fazer isso, é claro, não abandonará em nada sua características tradicionais. As transformações não abrem mão de fazer do Jeep Cherokee 2018 um carro que se sente muito confortável fora da estrada, sujando-se na terra.

Por dentro, as mudanças colocam mais tecnologia e conforto para os usuários, enquanto a Jeep pensa em diversas modificações sob o capô. Estima-se que um novo motor deve chegar ao modelo, impactando bastante na SUV.

Não se trata de uma geração, mas de uma atualização de meia idade significativa. Motorização, visual externo e mais tecnologia representam uma mudança completa e ousada da Jeep. Com um mercado tão competitivo entre SUVs, no entanto, a estratégia é bastante compreensível.

Saiba o que esperar do Jeep Cherokee 2018, e quais novidades aguardam o próximo modelo:

Motor novo sob o capô

Sempre que tratamos sobre uma atualização de motor em um veículo de modelo tão antecipado, obviamente falamos de seu modelo global. Por vezes, essa acaba sendo a opção que chega ao Brasil, mas essa nem sempre é a realidade. A Jeep, em especial, é conhecida por adaptar a motorização para cada mercado.

O que se estima é que o modelo deva receber atualização nas duas linhas de motor. O 2.4 litros de entrada foi reformulado, e oferece quase 190 cavalos de potência na linha 2018. Já o 3.2 litros deve ser aposentado, dando lugar para uma versão mais potente. Trata-se de um motor 3.6, capaz de oferecer cerca de 300 cavalos de potência  – 10% a mais que o atual. Sem números revelados, espera-se também um torque mais alto do novo modelo – essencial para a proposta do Cherokee.

Um design mais adaptado ao novo mercado

Não há dúvidas de que o Jeep Cherokee 2018 continuará sendo – como sempre foi – um excelente carro off-road. O impasse da Jeep é que nem todo mundo busca um SUV que pareça tão off-road, ao adquirir um veículo desta categoria.

Por isso, a marca resolveu ceder à tentação e fazer algumas mudanças cosméticas significativas, especialmente na dianteira. Na frente, ganha um visual mais dinâmico, com nova grade de apelo mais contemporâneo. A carroceria ganha linhas mais agressivas em comparação ao foco atual em robustez.

Por dentro, os projetos divulgados revelam mais tecnologia relacionada ao conforto. Um dos principais aspectos é a adoção do sistema Uconnect da Chrysler, com uma enorme tela sensível ao toque. Soluções em LED e alta tecnologia contrastam com o tradicional couro de qualidade, típicos de um modelo do porte da Cherokee.

É este misto de riqueza de equipamentos e sofisticação que deve marcar positivamente o Jeep Cherokee 2018. O modelo unificará toda sua capacidade off-road a um potencial ainda maior de SUV familiar ou urbano, com as principais tecnologias exigidas pelo mercado atual.

Um clássico em um mercado recém fortalecido

Durante algum tempo, essa situação que aparentemente gera um impasse para a Jeep pareceu um problema significativo. O Jeep Cherokee 2018 é um dos nomes mais tradicionais em seu próprio segmento, em comparação aos modelos atuais. No entanto, mesmo com o pioneirismo, parece não ter se adaptado totalmente às demandas da nova fase de fortalecimento do mercado de SUVs.

Sua proposta mais completa faz com que ele seja mais caro do que o resto do segmento. Por isso, é possível que o Jeep Cherokee 2018 chegue com uma nova estratégia de preço, aproximando-o mais de veículos como o RAV4, da Toyota e C-RV, da Honda.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...
teste