Início » Motos » Harley Davidson Fat Boy 2017: mais potente do que nunca

Harley Davidson Fat Boy 2017: mais potente do que nunca

A Harley Davidson Fat Boy 2017 não deve ser diferente do modelo lançado em 2015 – versão mais recente da icônica moto, imortalizada em filmes como O Exterminador do Futuro 2. Uma de suas características ao longo das décadas de existência é manter-se fiel ao estilo original, mas cada vez mais refinada.

A Harley Davidson Fat Boy 2017 chega com a série S – assinatura destinada aos modelos com motores de alta performance, com peças especiais. Por aqui, tanta tradição, potência e beleza tornam o preço salgado: quem quiser levar a Fat Boy para casa, precisará desembolsar mais de R$ 65 mil.

Icônica, autêntica e poderosa, a Fat Boy é um dos sonhos de consumo para quem busca uma moto excelente na estrada, mas que não seja difícil de ser controlada na cidade. Saiba mais sobre o modelo, e o que esperar da Harley Davidson Fat Boy 2017:

Estilo autêntico

A Harley Davidson Fat Boy 2017 definitivamente não é uma moto que passa batido aos olhos de quem cruza por ela. Ela também não é uma daquelas clássicas cujo valor estético baseia-se essencialmente na nostalgia. Trata-se de uma moto tão atual quanto clássica, que desafia o tempo e nunca para de impressionar.

Ela carrega o peso certo e a autenticidade necessária para que um modelo perpetue-se ao longo do tempo. Na Softail, por exemplo, o tanque em formato ferradura remonta o estilo da década de 50, enquanto a tecnologia não deixa dúvidas de que trata-se de um modelo absolutamente atual. A confiança do modelo em seu próprio apelo nem mesmo é escondido pela fabricante. Por aqui o modelo é oferecido em uma única cor – e mais opções não chegam nem perto de fazer falta.

Na prática, as imagens são suficiente para que qualquer um compreenda o poder visual deste modelo:

Motor recebe melhorias

Harley Davidson Fat Boy 2017

Os dois cilindros em V do motor garantem uma experiência de pilotagem bastante característica. São mais de 103 cavalos de potência – o que representa uma boa melhora em relação à geração anterior.

Dirigibilidade clássica

Falar sobre uma Harley Davidson e dirigibilidade é difícil, pois a combinação quase inevitavelmente leva a uma redundância de elogias exagerados. No caso da Fat Boy o caso é ainda mais grave – e não sem motivos: um assento mais baixo gera uma posição de pilotagem extremamente estilosa e confiante. É o estilo clássico de uma Harley-Davidson resumida em uma posição de pilotar.

Harley Davidson Fat Boy 2017 foto

Isso gera um controle especial sobre a moto, otimizado para a utilização em estradas. A Harley Davidson Fat Boy 2017 não é exatamente uma moto voltada para a agilidade urbana, mas uma clássica que possui sua própria postura e o seu próprio tempo. Mesmo assim, o modelo é o mais apropriado para rodar em contexto urbano, considerando sua posição menos radical, em relação às irmãs de marca.

Um dos únicos problemas na dirigibilidade, no entanto, é exatamente os efeitos colaterais de sua potência: os quase 1.700 cm³ de seu motor fazem com que o bloco aqueça bastante – o que é um problema considerável em um contexto urbano, com pouca passagem de ar para dissipar o acúmulo.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...
teste