Início » Carros » Fiat Uno 2018: Reestilizado e com novo motor

Fiat Uno 2018: Reestilizado e com novo motor

O Fiat Uno 2018 teve sua existência em dúvida por boa parte da imprensa entre as notícias de consolidação do Mobi e a chegada dos projetos da família X6. Na prática, os medos não foram confirmados, como era esperado pelos mais conservadores.

Com forte apelo público, o Uno 2018 – e de vários anos posteriores – deve seguir parte da linha Fiat, mesmo em tempos de redução do catálogo. Na prática, o risco de extinção é mais provável entre os modelos mais novos.

Para 2018, o modelo deve receber uma reestilização significativa. Além disso, espera-se o novo três cilindros e algumas adaptações tecnológicas para reposicionar estrategicamente o veículo.

Saiba o que esperar do Uno 2018, e quais as novidades planejadas para o modelo:

Linha enxugada não oferece risco para Uno 2018

As promessas de um catálogo mais enxuto na Fiat são presentes há alguns anos. Parece que a transição finalmente irá ocorrer entre 2017 e 2018. Para o Uno, apenas o Fire sofre risco de deixar de existir – apesar de especulações de que ele pode ser mantido, frente aos resultados ruins do Mobi.

O Uno 2018, por sua vez, segue produzido em Betim, e está mais estável na linha que o subcompacto de entrada. No catálogo, ele deverá ser um veículo um pouco mais avançado, com tecnologia mais alta, bastante diferenciado em relação ao Mobi.

Reestilização deve ser feita em 2018

Ao contrário da expectativa de muitos de risco de aposentadoria, o Uno 2018 passará por uma reestilização interessante. Em torno da fábrica em Betim, Minas Gerais, já foram flagradas algumas unidades camufladas.

Fiat Uno 2018

Ao que tudo indica, a versão com facelift terá um visual mais inspirado na Fiat Toro. O que isso quer dizer, na prática, é um conjunto de faróis mais refinado e o fim da grade dividade em três segmentos. Para o modelo 2018, terão passado três anos desde a última reestilização – um pouco cedo, mas necessário para o reposicionamento.

Nova motorização finalmente chega ao modelo

A grande novidade esperada para o Uno 2018 deve estar sob o capô. A família GSE finalmente estreia seu três cilindros, tão esperado para o Mobi e para o Uno, mas que atrasou alguns anos para o seu desenvolvimento.

Há quem cogite, ainda, a estreia do três cilindros Firefly da FCA. Se for o propulsor do Uno 2018, representa uma grande aposta do grupo no modelo. A família de motores Firefly tende a ser a mais avançada da montadora, com alto nível de segurança e baixo consumo energético.

Para parte da imprensa, além do tricilíndrico 1.0, capaz de gerar 80 cavalos de potência, pode-se esperar um 1.3 ou 1.4 – possivelmente quatro cilindro – capaz de ultrapassar uma centena de cavalos de potência.

Tecnologias superiores para ganhar personalidade

Outra novidade a partir do Uno 2018 deve estar nos equipamentos e tecnologias. A ideia é que um veículo melhor equipado diferencie-se do Mobi, fazendo mais sentido no catálogo reduzido da Fiat Brasil.

Por isso, sistemas mais avançados, como start-stop e controle de estabilidade devem estar presentes em algumas das versões. Uma central multimídia mais completado que a integração do Live On também deve ser capaz de dar autonomia conceitual ao modelo em relação ao irmão mais novo.

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas