Início » Carros » Fiat Strada 2018: Análise, lançamento, preço e fotos

Fiat Strada 2018: Análise, lançamento, preço e fotos

Enquanto é criticada pela falta de renovação em alguns modelos de sua frota, a Fiat não parece ter nenhuma intenção de deixar a Strada 2018 ficar obsoleta. Não bastasse o domínio da Toro no novo segmento de picapes pré-intermediárias, a Fiat quer criar ainda mais competição para a Oroch, adotando novas dimensões para o Strada 2018.

Maior, com nova motorização e a ambição de manter uma versão com as dimensões atuais, a Strada 2018 parece ser o início de uma linha quase própria. Isso não é injusto, considerando seu domínio no segmento, e a confiabilidade que o nome “Strada” passa para o público.

Fiat Strada 2018

Confira as novidades do projeto ainda incipiente da Strada 2018, e o que se espera para seu lançamento:

Maior, com novos concorrentes

A Strada 2018 deve aproveitar o lançamento das plataformas maiores da Fiat – que afetarão, até mesmo, o Palio. As novas dimensões são significativas, colocando-a em um segmento mais semelhante ao da Oroch, do que o atual.

Segundo as informações divulgadas pela montadora, os 4,47 metros atuais, serão substituídos por 4,70 de comprimento. Embora ainda sejam 21 centímetros a menos do que a Toro, trata-se de um centímetro a mais do que a Oroch. Por isso, além da mudança de dimensões, a Strada 2018 será acompanhada de um reposicionamento de preço.

Manutenção do modelo atual

Para quem gosta do modelo atual, não há motivos para desespero. As informações atuais são de que a Strada 2018 deverá ser lançada nas novas dimensões e no tamanho atual. Será uma versão do modelo considerado de frota, para competir no segmento das picapinhas com a força atual.

Ao que tudo indica, a intenção da Fiat é desenvolver o novo segmento e, eventualmente, lançar um novo modelo para as picapinhas. Por enquanto, o custo de abrir mão da liderança do segmento não está entre os projetos da Fiat, por motivos óbvios. Por isso, pode-se esperar uma Strada dupla durante algum tempo, na linha da montadora italiana.

Nova motorização

Com duas versões de tamanho, a Strada 2018 deverá ser lançada com dois motores diferentes. A versão que corresponde ao tamanho atual, deve manter o 1.4 já conhecido pelo o modelo. A nova versão deve utilizar o novo 1.3 GSE de quatro cilindros, e uma versão mais poderosa 1.8, com tecnologia E.torQ EVO.

As duas versões devem render, respectivamente, 100 cavalos e 139 cavalos de potência para o modelo. Nas versões automáticas, o câmbio deverá ser o mesmo utilizado nos modelos pós FCA, de seis velocidades.

Preço e expectativas

Obviamente, uma mudança tão significativa não ocorre sem uma nova tabela de preços. Enquanto a tendência é que a versão menor tenha os preços segurados, a Strada 2018 de 4,70 m deverá ter seu valor mais próximo da Oroch.

Atualmente, a Oroch parte do valor próximo aos 65 mil reais. Considerando a distância confortável entre este preço, as picapinhas e a Toro, tudo indica que a Strada 2018 deverá manter-se no mesmo patamar.

O resultado é que a Fiat terá uma picapinha na faixa intermediária dos 40 mil reais, uma picape urbana na faixa intermediária dos 60 mil, e a Toro, partindo da faixa intermediária dos setenta mil. Se os resultados forem semelhantes aos atuais, isso significa que ela terá a liderança nos três segmentos de picapes mais leves, no Brasil.

Mudanças no segmento

As mudanças de segmento e reposicionamento não são exclusivas da Strada 2018. Entre as principais “picapinhas” do mercado, a única que não apresenta sinais de mudanças neste sentido, é a já cansada Montana. Muito se fala sobre o reposicionamento da Saveiro, especialmente com a adoção das plataformas MQB pela VW.

Ao que tudo indica, o faixa de preço estreada pela Oroch é bastante interessante para as montadoras, já que estão dispostas a colocarem modelos de ótima performance comercial nesta nova categoria.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas