Início » Carros » Fiat Oggi: conheça a história do sedã do 147

Fiat Oggi: conheça a história do sedã do 147

O Fiat Oggi é uma das adaptações mais polêmicas do Fiat 147 para variantes disponíveis no mercado de entrada de veículos brasileiros entre as décadas de 1970 e 1980. O Oggi só foi lançado sete anos após o lançamento do 147, em um período onde a concorrência já havia estabelecido um novo patamar para o segmento.

O modelo é, no entanto, um marco histórico da representação de um carro capaz de dar ritmo ao mercado brasileiro, demonstrando uma espécie de busca por ascensão do público através do carro utilizado por sua família. Confira:

O sedã espaçoso de um pequeno titã

fiat-oggi-

O Fiat Oggi possuía uma tarefa bastante difícil. Replicar o sucesso de sua base, o compacto 147, no segmento de sedãs compactos em carroceria de três volumes. A ideia do projeto era utilizar-se do visual e de boa parte do que havia sido desenvolvido para o veículo original (incluindo sua fama no mercado) e oferecer um carro voltado para pequenas famílias.

Para isso, era necessário aproveitar a expansão do 147 para um sedã e oferecer um porta-malas generoso e espaçoso, capaz de bater a competição sem esforço nenhum.

Difícil competição

fiat-oggi-1-

Um dos maiores desafios do Fiat Oggi era, sem dúvidas, enfrentar a concorrência. Enquanto seu espaço para cargas e pequenas famílias era ótimo, praticamente todo o resto perdia, por exemplo, do Voyage da Volks – o sedã compacto equivalente do Gol, já lançado no período.

Enquanto o 147 havia sido apresentado como um carro versátil e capaz, que estreou para o mercado brasileiro percorrendo 14 km com apenas um litro de gasolina, o Oggi era mais pesado e não apresentava uma melhoria real na mecânica para compensar o fato. Isso dificultava ainda mais a sua posição em relação aos competidores.

Visual curioso

fiat-oggi-14-

O sedã compacto que trazia um pouco de Panorama e um pouco de Spazio apresentava como seu ponto forte e, ao mesmo tempo, como seu ponto fraco, o porta-malas espaçoso. Com 440 litros de volume disponível, era o maior da categoria – vencendo até mesmo o Opala, que era uma carro de categoria e dimensões maiores.

Se por um lado este era um ponto muito relevante da praticidade do Oggi, o espaço exigido pelo porta-malas gerava um problema. Enquanto as linhas gerais do 147 já beiravam certo exagero, o visual do Fiat Oggi não foi bem aceito pelo mercado, aparentemente por não saber respeitar os limites.

Segundo a imprensa da época, o volume traseiro era desproporcional e exagerado, desequilibrando o aspecto visual do carro, o que não o colocava em uma posição muito confortável na disputa contra o Voyage.

fiat-oggi-interior

Sucesso contestado

 

A vasta quantidade de variantes do Fiat 147 no Brasil geraram surpresas ótimas e outras um pouco mais modestas. O Oggi é, sem dúvidas, um dos projetos que se enquadram neste segundo grupo.

O carro foi produzido por apenas dois anos no Brasil, vendendo pouco mais do que vinte mil unidades – o que não fazia frente aos números elevados do Voyage. Enquanto muitas pessoas atribuem o fato à traseira duvidosa do Oggi, é necessário considerar que o sedã compacto da Fiat não apresentava o mesmo conforto do que seu concorrente da VW, e esta é, muito provavelmente, a razão que justifica o resultado comercial modesto.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas

Gostou desse carro? Dê sua nota!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...
teste