Início » Carros » Dodge Journey 2016: Nova geração chegará com atraso

Dodge Journey 2016: Nova geração chegará com atraso

Lançada em 2012 como uma espécie de irmã gêmea da Freemont, a Dodge Journey 2016 continua praticamente idêntica à de quatro anos atrás. Tecnicamente, a  única mudança é que o modelo atual não apresenta a mesma falha de vazamento de fluidos que poderia prejudicar o ABS, presente até 2015.

Logo após surgir no Brasil, prometeu-se um bom futuro para o modelo. Sua nova geração sairia em 2016, tornando-o um carro familiar mais moderno e mais adaptado à reação do público. Eis que o famigerado 2016 chega a seus últimos suspiros e nenhum anúncio de atualização é feito além da elaboração de uma motivação para o longo atraso.

Com mais dois anos na mesma geração, Dodge Journey 2016 chegará às ruas idênticas. Nenhum tipo de mudança específico foi anunciado, além de um vago “não descartamos melhorias mecânicas”.

Entenda o atraso do Dodge Journey 2016, e saiba o que isso significa para a FCA e a consolidação da marca no Brasil:

Nova geração sofre atraso

Datam de 2014 as primeiras notícias de que o Dodge Journey 2016 marcaria a nova geração do modelo no Brasil. De forma ainda mais específica, falava-se que seria parte da trazida da marca para o mercado nacional como parte da união entre Fiat e Chrysler.

Já no final do ano, o inevitavelmente óbvio anúncio do atraso finalmente chegou. Em função de problema na migração para nova plataforma, o modelo não poderá estrear em 2016. Nem mesmo em 2017. A expectativa é que a nova geração só chegue ao Brasil daqui dois anos, entre 2018 e 2019.

Modelo poderia beneficiar-se da mudança

Mais do que beneficiar-se comercialmente no sentido de renovar o visual e ganhar um certo estilo, a não saída de um novo Dodge Journey 2016 para as ruas é um problema marketing significativo para a FCA.

Foi exatamente em 2016 que o recall de modelos produzidos desde 2012 começou a ser feito. Apesar de o problema ser idêntico ao da Freemont, certamente é a marca nova quem mais sofre com a publicidade negativa. Isso é ainda mais verdade quando, na época do anúncio do recall, nem mesmo havia peças o suficiente para que as substituições fossem feitas.

A chegada de uma nova geração poderia rapidamente auxiliar a enterrar o recente passado sombrio. O público mais informado poderia até mesmo associar as mudanças às falhas, esperando um carro de melhor funcionamento. O medo, agora, é que a falta de ação gere um resultado justamente oposto no mercado, em relação à Dodge no Brasil.

Manutenção dos modelos atuais

Se a expectativa é praticamente nenhum mudança por, pelo menos, mais dois anos, o Dodge Journey 2016 continua sendo vendido da forma como está. Com os problemas de infiltração obviamente já resolvidos, o modelo é vendido em três versões, que variam entre 120 e 140 mil reais.

O que move o modelo com visual já bastante cansado é um competente V6 3.6. Capaz de produzir até 280 cavalos de potência, o motor é acompanhado por um sistema de câmbio automático de seis velocidades. As versões oferecem opção de carregar até 7 passageiros no carro, que é uma das principais propostas do modelo para o mercado.

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas