Início » Todos os posts » Carros » Dirigir na Chuva: Dicas de segurança

Dirigir na Chuva: Dicas de segurança

Dirigir na chuva é uma das situações mais arriscadas e desconfortáveis para os motoristas em todos os níveis de habilidade. A chuva e a pista molhada reduzem a dirigibilidade do veículo em diversas formas diferentes: frenagem, visibilidade, controle e possibilidade de identificação de acidentes na pista são alguns dos problemas que surgem junto à chuva.

Saber como dirigir na chuva em segurança não é, na prática, um conhecimento muito complicado para se adquirir, mas exige uma série de práticas bastante específicas. Confira estas dicas para dirigir na chuva em segurança, e lembre-se de estar sempre calmo e agir de forma racional nas situações mais complicadas atrás do volante.

dirigir-na-chuva

Dirija em velocidade mais baixa

Existe uma dica muito simples e óbvia para dirigir na chuva em segurança, mas muitas vezes as pessoas esquecem o quão fundamental ela é: dirija em velocidades mais baixas na chuva. A explicação é simples: se a condução é menos precisa na chuva, você deve compensar isso com uma velocidade que dê mais tempo para reagir.

Evite movimentos bruscos

A pista que está molhada pela água da chuva possui uma aderência significativamente menor, e derrapagens são muito mais comuns e mais graves, pois demoram mais até que o carro recupere o controle, sendo muito mais arriscado.

Evite desvios muito repentinos e bruscos de buracos e pequenas imperfeições na estrada, e tende observar a pista em uma distância mais longa. É verdade que a visibilidade reduzida dificulta sua tarefa, por isso é tão essencial que você dirija em velocidades mais baixas.

Uso correto dos faróis

Existe uma lógica que parece muito natural para os motoristas ao ter a visibilidade reduzida em função da chuva: menos visibilidade exige mais luz. Pode parecer bastante coerente, mas não é verdade. Os perigos de dirigir na chuva não dizem respeito apenas a você, mas a auxiliar os outros condutores a não se envolverem em acidentes – que podem acabar atingindo seu veículo.

farol-na-chuva

Faróis de neblina, por exemplo, só devem ser utilizados quando a visibilidade é inferior a cem metros de distância. Quando você utiliza eles de maneira inapropriada, torna sua visibilidade um pouco mais confusa e dificulta muito a condução de outros motoristas.

Dê mais espaço entre os carros

Dirigir na chuva em segurança resume-se a reduzir os riscos antecipando-se a potenciais acidentes e imprevistos. Se em tempo seco já é importante dar atenção ao espaço entre os veículo, a  atenção deve ser redobrada na chuva.

O ideal é que você fique a, no mínimo, quatro segundos de distância do carro a frente, em pista molhada. Se a intensidade da chuva for maior, aumente esta distância. Para medir a distância em tempo, escolha um referencial (como uma placa) e conte quanto tempo passa entre o momento que o motorista da frente cruzou o referencial e o momento em que o seu veículo passou por ele.

O que fazer em uma aquaplanagem?

A aquaplanagem é um momento assustador pelo qual muitos condutores já passaram ao dirigir na chuva. Durante ela, os pneus perdem a aderência com a pista e passam a “surfar” na lâmina de água, sem estar sob controle real da direção do veículo.

aquaplanagem

Você poder perceber que está aquaplanando quando a direção começa a se tornar muito leve e o carro não responde ao seu comando no volante. Estes casos são bastante perigosos, por isso é importante agir de maneira tranquila e segura, evitando reações desesperadas.

Em primeiro lugar, evite o freio. Pode parecer uma reação muito natural tentar frear e retomar o controle, mas isso só fará seu carro perder a direção. Tire o pé do acelerador aos poucos e alinhe o volante com a direção que o carro está seguindo, até que você retome o controle. Não tente mudar a direção bruscamente, pois isso aumenta os riscos de aquaplanagem e capotagem significativamente.

Comentar

Clique aqui e deixe seu comentário

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas