Início » Motos » Dafra Riva 150 2017: sem inovações para o mercado

Dafra Riva 150 2017: sem inovações para o mercado

A Dafra Riva 150 2017 mantém, em aspectos gerais, o mesmo modelo já conhecido desde 2011. Isso significa que o visual interessantes do modelo, sua mecânica adequada e muito econômica para uso urbano e, sobretudo, preço competitivo são mantidos.

Questiona-se, no entanto, se o conjunto de características é suficiente para o modelo que, já na data de lançamento, não conseguia competir com a forte concorrência das motos mais tradicionais do país. Na prática, a Dafra Riva 150 2017 não sofre de nenhum erro mecânico ou estético – sua principal dificuldade é vender mais do que o padrão Dafra – fator que vai muito além da moto em si.

Dafra Riva 150 2017

A falta de atualização também pode ser um problema, embora seu preço seja bastante interessante, e o visual na moto não canse tão rápido quanto a concorrência, por ser visto com menor frequência. De qualquer forma, o modelo segue uma excelente opção de motos de entrada, e deve ser observado com atenção.

Confira quais as características da Dafra Riva 150 2017:

Visual mantém vigor

É bem verdade que a falta de atualização desde o lançamento até a Dafra Riva 150 2017 faz falta no aspecto visual. Quando chegou ao mercado, sua intenção era ter um estilo bastante fresco, que dessa vida ao modelo. De forma geral, o objetivo foi conquistado. Com o passar do tempo e a falta de atualização, no entanto, o modelo passou de fresco para não ultrapassado, o que não é exatamente um grande diferencial para se colocar no currículo.

Neste aspecto, o modelo é correspondente a seu custo – e não há dúvidas de que é necessário fazer mais do que o “regular” para que a moto faça frente à concorrência em um dos setores mais disputados do mercado sobre duas rodas.

Motorização é um ponto forte

Se o visual da Dafra Riva 150 2017 é razoavelmente morno, a motorização é mais do que decente. Ela alia desempenho suficiente para o uso urbano a uma excelente economia. Em suas 150 cilindradas, são entregues pouco mais de 12 cavalos – ideal para agilidade na cidade.

A potência é entregue em cinco marchas pelo motor monocilíndrico de quatro tempos. Obviamente, não se deve esperar desempenho excepcional de um modelo como este: a velocidade máxima do modelo não deve chegar aos 110 km/h, segundo a montadora. Esse pode ser um problema para quem pretende utilizar a 150 para fazer viagens recorrentes.

Não se pode, no entanto, prejudicar a avaliação do modelo em função de uma característica que foge de sua proposta. Por outro lado, é algo que deve ser considerado pelo comprador em potencial: há opções concorrentes que apresentam desempenho um pouco melhor adaptado para as estradas.

Valor é o grande destaque

Por menos de oito mil reais, a Dafra Riva 150 2017 provavelmente é o modelo com o preço mais acessível do mercado, especialmente considerando suas boas opções de financiamento ou consórcio. A Dafra oferece um plano de consórcio de 72 meses sem juros ou taxas no momento da inscrição que facilitam muito o acesso à moto, e é um fator a ser considerado, especialmente levando em conta seu bom desempenho em economia urbana.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas